Preço ao produtor sobe 32,13%

INFLAÇÃO

O Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) e o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR), ambos calculados pela Assesso-ria Econômica da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), registraram alta em julho em relação a junho. No IIPC a variação foi de 1,5% no mês e de 4,11% se considerado o acumulado do ano de 2020. Segundo a Farsul, a trajetória de alta nos custos, reflete, além do câmbio, a recuperação nos preços dos combustíveis.

Já no IIPR, a alta registrada foi de 6,42% em julho e de 32,13% no acumulado do ano. O bom desempenho do indicador dos preços recebidos pelo produtor é atribuído às exportações de soja, arroz e suínos, e à influência do câmbio no preço das commodities. Em 2020, o IIPR teve evolução superior à do IPCA Alimentos, que elevou-se 4,1%, como resultado da "baixa atividade econômica em decorrência das medidas de combate à pandemia", segundo pontua a assessoria econômica. Em 12 meses, a elevação acumulada foi de 47,48% para o IIPR e 4,14% para o IICP.

Fonte: Jornal do Comércio

Compartilhe!