Prejuízos nas lavouras gaúchas chegam a R$ 3,6 bilhões

Estimativa foi apresentada pela Emater durante a Expodireto Cotrijal

Prejuízos nas lavouras gaúchas chegam a R$ 3,6 bilhões Julio Lemos/Especial

Lavouras gaúchas foram muito prejudicadas pela secaFoto: Julio Lemos / Especial

Joana Colussi

joana.colussi@zerohora.com.br

Os prejuízos causados pela seca no Rio Grande do Sul devem chegar a R$ 2,2 bilhões somente nas lavouras de soja _ que começam a ser colhidas a partir da segunda quinzena de março. Na safra como um todo, incluindo as culturas do arroz, milho e feijão, as perdas atingem R$ 3,6 bilhões.
A estimativa da produção agrícola no Estado foi divulgada nesta quarta-feira pela Emater-RS, durante a Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. Nas lavouras de soja, a previsão até o dia 24 de fevereiro é de que a produção seria de 7,1 milhões de toneladas – uma redução de 30,7% em relação à estimativa inicial da safra. 
— O impacto da seca nas lavouras de soja não é apenas na produção, mas também na qualidade do grão — destaca Gervásio Paulus, diretor-técnico da Emater.
Nas lavouras de milho, a cultura mais atingida em proporção pela estiagem, as perdas chegam a mais de R$ 1 bilhão. A previsão para a safra, consolidada praticamente, é de uma produção de 3,05 milhões de toneladas, uma diferença de 42,5% na comparação com a estimativa inicial.

Fonte: ZERO HORA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.