Prefeituras e produtores rurais gaúchos devem estar atentos à volta de um golpe envolvendo a falsa venda de produtos pelo governo do Estado.

A s prefeituras e produtores do Rio Grande do Sul devem ficar atentos à volta de um golpe em que estelionatários se passam por representantes do governo do Estado para oferecer produtos e serviços mediante depósitos prévios, a título de frente.

O alerta é da Seapdr (Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural), que já havia registrado esse tipo de crime no mês passado em diversas cidades.

Segundo a pasta, não existe comercialização de materiais do governo e que qualquer destinação é feita de acordo com os princípios da administração pública, e nunca diretamente com particulares.

Além disso, programas e políticas públicas são realizados por meio de convênios e termos de cooperação, cujos valores eventualmente necessários são recebidos somente em contas do Estado no Banrisul.

A orientação é de que, se alguém for contatado com essa finalidade, deve registrar boletim de ocorrência na delegacia da Polícia Civil mais próxima.

Em maio, ao ser informada da ocorrência de golpes nesse sentido, a Secretaria da Agricultura encaminhou um ofício à chefia da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, solicitando providências.

Bolsa rural Foi prorrogado até 24 de junho o prazo para envio de documentação para o processo seletivo de estudantes interessados no programa Bolsa Juventude Rural. Segundo a Seapdr, a medida foi motivada pela suspensão das aulas na rede gaúcha de ensino, no contexto da pandemia de coronavírus.

A previsão é de 471 benefícios mensais de R$ 200, ao longo de dez meses, contemplando 200 matriculados no 2º ano e 271 no 3º ano do Ensino Médio. O objetivo é estimular a permanência na escola durante esta etapa educativa e incentivar o desenvolvimento rural por meio da atuação de jovens e adolescentes no campo.

Para concorrer, é preciso anexar aos documentos um pré-projeto, que servirá de base para a elaboração do projeto produtivo exigido como contrapartida por parte dos contemplados.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3218- 3396 e no site oficial www.

estado.rs.gov.br. (Marcello Campos)

Fonte: O Sul

Compartilhe!