Prazo extra para revisão de dívida

A alteração dos prazos para renegociação de dívidas dos arrozeiros recebeu sinal verde ontem do CMN. Com isso, os produtores têm o limite para manifestar interesse aos bancos ampliado de 30 de abril para 31 de julho. A operação deve ser formalizada até 30 de agosto – antes, o prazo findava em julho. ‘É uma grande vitória. Avançamos mais um pouco na renegociação, só falta a flexibilização dos bancos’, afirma o presidente da Federarroz, Renato Rocha. Ele destaca que a negociação junto à bancada ruralista vinha sendo feita desde a abertura da colheita, em fevereiro. O novo prazo vai culminar com período de formalização dos contratos, quando os produtores devem pagar 10% da dívida.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *