PORTA ABERTA AOS NEGÓCIOS

Com a expectativa de incremento de 30% nos negócios, tem início hoje a 14 edição da Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. No ano passado, mesmo com a seca, a mostra obteve crescimento de 6,3%, totalizando R$ 1,106 bilhão em vendas e propostas encaminhadas. Crédito farto, juro baixo, preços favoráveis nas commodities e perspectiva de boa safra são os motivos do otimismo, conforme o presidente da Cotrijal, Nei Mânica. A abertura oficial da mostra ocorre hoje, às 9h, com a presença do governador Tarso Genro, que aproveita a data para realizar a 24 Interiorização de Governo, palco de anúncios para o campo.

O governo do Estado deve divulgar durante a feira aporte de recursos para a implantação das lavouras de inverno, mas a data ainda não está definida. O superintendente de Crédito Rural do Banrisul, Carlos Barbieri, faz mistério quanto ao valor, mas afirma que o montante deverá ultrapassar a casa dos R$ 100 milhões. Na sexta-feira, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, irá lançar o 2 Plano Safra de Inverno. Mais uma vez, a ausência da presidente Dilma Rousseff frustrou os organizadores, que mantiveram a esperança até o fim. ‘Seria um reconhecimento à classe produtora’, lamenta Mânica.

Entidades como a Fetag, Famurs e Fecoagro devem aproveitar a presença de lideranças políticas para encaminhar documentos com reivindicações. Entre os pleitos destacados, a desburocratização da emissão de outorgas e licenças ambientais para a irrigação. ‘Hoje, três secretarias trabalham em um programa estadual. Como ficará a interlocução com as políticas do governo federal?’, questiona o presidente da Fetag, Elton Weber. Depois de coordenar o movimento pela renegociação de dívidas em 2012, a Farsul neste ano não levará pleitos prioritários, segundo informou o presidente Carlos Sperotto. ‘Temos que construir soluções’, ressaltou.

Mânica acredita que a 14ª edição será marcada pelos debates envolvendo o pagamento de royalties pelo uso da soja transgênica da Monsanto e, principalmente, os gargalos logísticos do país. ‘A Expodireto pode ser o grande palco para termos ações futuras visando o melhor escoamento da safra.’

A feira em números

– Parque da Expodireto Cotrijal – ERS 142, KM 24 – Não-Me-Toque;

– Horário de funcionamento: de 4 a 8 de março, das 8h às 18h;

– Tema: ‘O mundo do agronegócio acontece aqui’;

– Participação Internacional: 135 importadores de 73 países;

– Expectativa de público: 200 mil visitantes;

– Previsão de negócios: R$ 1,43 bilhão (30% de crescimento);

– Crédito: R$ 1,52 bilhão (com previsão de aportes suplementares);

– Pavilhão da Agricultura familiar: Previsão de R$ 500 mil em negócios nos 150 estandes (88 agroindústrias, 52 artesanato e 10 para flores);

– Área do parque: 84 hectares.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *