POLÍTICA – Bancada ruralista aprova substituto de Ricardo Salles

Formado em administração, novo ministro do meio ambiente tem carreira no setor agropecuário

A nomeação do atual diretor da secretario da Amazônia e Serviços Ambientais, Joaquim Alvaro Pereira Leite, para substituir Ricardo Salles no ministério do meio ambiente agradou a bancada ruralista nesta quarta-feira (23/6). Com passagem por grandes empresas do setor agropecuário, o novo ministro é apontado como idealizador de programas como o Mais Floresta e o de Pagamentos por Serviços Ambientais.

Antes de ingressar no governo, Joaquim foi consultor da Sociedade Rural Brasileira (SRB)  (Foto: Divulgação/MMA)

Antes de ingressar no governo, Joaquim foi consultor da Sociedade Rural Brasileira (SRB) (Foto: Divulgação/MMA)

“A saída do Ricardo é uma opção dele. Ele fez essa opção e o presidente já nomeou outro ministro e este que entrou é um cara capacitado, é o cara que fez o programa mais floresta, que desenvolveu o programa de serviços ambientais. E nós acreditamos que vai ser muito bom para o meio ambiente e se é bom para o meio ambiente é bom para o setor de produção de alimentos”, afirmou o presidente da Frente Parlamentar Agropecuária, deputado Sérgio Souza (MDB-PR).

Antes de ingressar no governo, Joaquim foi consltor da Sociedade Rural Brasileira (SRB) entre janeiro de 1996 e julho de 2019. Seu currículo no site do Ministério do Meio Ambiente ainda cita que ele foi administrador de uma fazenda que produzia de café entre 1991 e 2002. O documento, com data de setembro de 2020, também incluir registros de sua atuação em consultoria na área florestal e na direção de empresa do ramo farmoquímico.

REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : GLOBO RURAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *