Política Agrícola – Produtores Rurais do MATOPIBA são ouvidos para elaboração do Plano Agrícola e Pecuário

Brasília (15/03/2016) – Considerada uma das últimas fronteiras agrícola do mundo, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a região do MATOPIBA, iniciais dos estados nomes do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia, tem grande importância para o desenvolvimento da agropecuária brasileira, com recordes sucessivos de produção de grãos.

Para conhecer as prioridades dos produtores rurais dessa região, membros da Comissão Nacional de Política Agrícola da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), junto às principais lideranças do setor, representantes dos sindicatos rurais e federações de agricultura e pecuária dos estados do Maranhão (FAEMA), Tocantins (FAET), Piauí (FAEPI) e Bahia (FAEB) se reúnem nesta terça-feira (15/03), às 14h, no Auditório da Associação Baiana dos Produtores de Algodão, no município de Barreiras (BA).

A quarta edição do workshop de debates, para colher sugestões para o Plano Agrícola e Pecuário 2016/2017, vai tratar de assuntos decisivos para o setor, como: conjuntura econômica do país com foco no Plano Agrícola; crédito rural (volume de recursos e taxas de juros); política de garantia de preço mínimo; seguro rural; zoneamento agrícola de risco climático e demandas setoriais. Além disso, vai receber sugestões para a elaboração da Lei Agrícola Plurianual, que terá um encaminhamento diferente, fora do Plano Agrícola.

As propostas aprovadas vão compor o conjunto de sugestões dos produtores que serão levadas como subsídios ao MAPA para a elaboração do Plano Agrícola e Pecuário.

Workshops – O objetivo desses encontros é compor uma lista de sugestões, considerando as diferenças regionais do país, que sirvam para a construção de uma política agropecuária ampla. Eles já ocorreram nas cidades de Goiânia (GO), Não-Me-Toque (RS) e Belo Horizonte (MG), representando os produtores rurais do Centro-Oeste, Sul e Sudeste, respectivamente.

Assessoria de Comunicação CNA

Fonte : Canal do Produtor