Plataforma 100% só no final do ano

Mesmo com a primeira fase lançada ontem, em Brasília, a Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA), que unificará os dados sobre a criação e o transporte de animais no país, só estará funcionando 100% no final deste ano. Outras duas etapas ainda estão em desenvolvimento, com informações sobre o Sistema Brasileiro de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos (Sisbov) e o Sistema de Informações Gerenciais do Sistema de Inspeção Federal (SIGSIF). A Plataforma começou a ser elaborada após a assinatura de termo de cooperação técnica, em 2009, entre o Ministério da Agricultura e a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).
Nesta etapa inicial, os 27 estados terão até 1 de julho para adotar a Guia de Trânsito Animal Eletrônica e migrar seus dados para o novo sistema. O Rio Grande do Sul já implantou a GTA eletrônica. Para o presidente da Farsul e vice-presidente da CNA, Carlos Sperotto, o prazo de 60 dias significa um "mexa-se" geral. O dirigente avalia que "um passo importante foi dado a caminho da rastreabilidade, que demandou R$ 12 milhões em recursos da confederação.
Durante o lançamento, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, ressaltou que a plataforma vai "mudar o futuro brasileiro". A expectativa é que o país tenha acesso a novos mercados ao oferecer mais transparência.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *