Plantio da safra de arroz 2012/2013 no Rio Grande do Sul depende de chuva, diz Irga

Região da campanha tem a situação mais crítica, com 32,8% de reserva hídrica

Jean Pimentel

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

RS depende de chuva para repetir área plantada de arroz na safra 2012/2013

O Rio Grande do Sul, maior produtor nacional de arroz, depende de chuva para repetir em 2012/2013 a área de 1,029 milhão de hectares cultivados com o cereal em 2011/2012. Segundo o Instituto Rio-Grandense do Arroz (Irga), em pelo menos metade da área o plantio está assegurado, mas no restante – 45,4% – é preciso chover para assegurar a implantação da lavoura.
"Se não chover não haverá água suficiente para a irrigação", disse em nota Claudio Pereira, presidente do Irga.
A região da campanha tem a situação mais crítica, com apenas 32,8% de reserva hídrica. A depressão central tem 41,7% de reservas. As regiões que estão com níveis mais confortáveis de reserva hídrica são a planície costeira externa, que já está com as barragens com 80% da capacidade, e a planície costeira interna, com 75,5% de reserva.
Segundo o Irga, para a safra 2012/2013 existe a intenção de plantar soja em rotação com arroz numa extensão de 247.248 mil hectares.
"Esta intenção de plantio independe da ocorrência de chuvas; são produtores que já trabalham no sistema de rotação", diz Pereira.
O meteorologista do Irga Glauco Freitas diz que a tendência para primavera é de chuvas abundantes no Estado.
"Se esta previsão ocorrer de fato as perspectivas para a campanha e zona sul podem se reverter e aumentar a reserva de água nas barragens", disse na nota.

Agência Estado

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *