PLANO COLLOR: STJ reconfirma a devolução

Pela segunda vez, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou provimento aos Embargos de Declaração do Banco do Brasil na Ação Civil Pública do Plano Collor Rural. A decisão foi publicada ontem, conforme informou o advogado Ricardo Alfonsin, que representa a Federarroz no processo. A ação conquistou a devolução da diferença, de 84,32% para 41,28%, da correção monetária aplicada no Plano Collor para os agricultores que tinham financiamento de custeio e investimento indexados pela poupança em aberto em março de 1990.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *