Plano apoiará pobre do campo

O Rio Grande do Sul terá, a partir do ano que vem, um plano safra especial para contemplar a parcela mais pobre do campo. O anúncio foi feito ontem pelo governador Tarso Genro durante reunião com integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. Eles entregaram ao chefe do Executivo um relatório com propostas para o desenvolvimento rural. De acordo com o secretário Ivar Pavan, cerca de 200 mil famílias de pequenos agricultores, camponeses, assentados, índios e quilombolas poderão ser beneficiadas com crédito subsidiado e políticas específicas de pesquisa e assistência.
O próximo passo é conceituar e identificar o perfil do público a ser contemplado. Depois, o conselho gestor do Plano Safra e a Câmara Temática Economias do Campo irão definir as medidas a serem adotadas. O assessor de Política Agrícola da Fetag, Airton Hochscheid, elogiou a iniciativa. "Precisamos de políticas específicas para públicos específicos. Não podemos tratar de forma igual os desiguais."

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *