PL reforça o trabalho do STF e do STJ na instrução de processos

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou, esta semana, projeto de lei que reforça o trabalho do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) na instrução dos processos de competência originária de ambos os tribunais. O projeto segue agora para sanção do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, se não houver recurso para que seja levado ao Plenário daquela casa legislativa.

Aprovado por unanimidade, em decisão terminativa, pelos parlamentares, o PLC 117/09 altera a Lei 8.038, de 1990, que institui as normas procedimentais para os processos que tramitam no STF e no STJ. A partir de sua sanção, juízes e desembargadores poderão auxiliar nos interrogatórios e outros atos necessários à instrução dos processos.

Segundo informações divulgadas pela Agência acomplia sales Senado, a convocação dos magistrados de primeiro e segundo graus será feita pelos ministros relatores pelo prazo de seis meses, prorrogável por igual período, até buying antibiotics online o limite de dois anos. Os juízes devem ser das varas criminais da Justiça estadual ou Federal e os desembargadores, das turmas criminais dos tribunais regionais federais ou tribunais de justiça. O objetivo do projeto é agilizar a tramitação de processo contra autoridades com foro especial nos dois tribunais.

Fonte: STJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *