Pimenta Neves aguarda em delegacia por vaga em prisão

Fonte:  Jornal do Comércio | Agência Estado

O jornalista Antonio Marcos Pimenta Neves, condenado pela morte da também jornalista Sandra Gomide, foi transferido, às 23h30min da noite de terça-feira, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no centro da capital paulista, para a carceragem do 2º Distrito Policial, do Bom Retiro, também no centro. Pimenta Neves passou toda a madrugada na delegacia, à espera de uma vaga em algum presídio paulista. A transferência, segundo os policiais, caso ocorra, só será feira depois das 8h.
Ontem, os ministros da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) concluíram que as possibilidades de recurso acabaram, e que Neves tem de começar a cumprir a pena de 15 anos de reclusão em regime inicialmente fechado pelo assassinato de Sandra Gomide, sua ex-namorada. O crime ocorreu no dia 20 de agosto de 2000, em um haras localizado na cidade de Ibiúna (SP).
Na época do crime, o casal tinha rompido um relacionamento de quase três anos. Os dois trabalharam no Grupo Estado. Pimenta foi diretor de redação e Sandra editora do caderno de Economia. Ela morreu ao ser atingida por dois tiros, um na cabeça e outro nas costas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *