PIB padrão China no RS

Em pleno mês em que os gaúchos comemoram o aniversário da Revolução Farroupilha, o nosso Estado dá uma demonstração de força e desenvolvimento: conforme a Fundação de Economia e Estatística (FEE), o Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Sul cresceu 15% no segundo trimestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Se tomarmos como referência todo o primeiro semestre do ano, o crescimento é de 8,9%. Os números atestam um crescimento padrão China no Estado nesse último período. O governador Tarso Genro acredita, inclusive, que os gaúchos e gaúchas poderão chegar a dezembro com um crescimento duas vezes maior que o Brasil.
O “Pibão” é resultado de um conjunto de ações privadas e públicas. A agricultura teve papel fundamental ao crescer mais de 100%. A indústria, o setor de serviços, as atividades de transportes e a construção civil foram outros destaques. Diversas ações do governo do Estado, muitas em parceria com o governo federal, contribuíram para o cenário. Aí incidem o novo Fundopem, a nova Política Industrial, a atração de investimentos, o Polo Naval, o apoio à Energia Eólica, o Plano Safra RS, o incentivo às cooperativas e à agricultura familiar, a ampliação dos recursos para a saúde, entre muitas outras iniciativas.
O aquecimento econômico indica que, em vez do estado reducionista, precisamos apostar no estado estruturado e que seja indutor do desenvolvimento e da geração de trabalho e renda. O caminho agora, para continuar o avanço, é melhorar a nossa infraestrutura. O governo do Estado sabe disso e tem, neste ano e em 2014, um conjunto de obras e de projetos para colocar em prática nas diversas regiões. Que o PIB atual sirva para fortalecer e motivar ainda mais as nossas cadeias produtivas. Potencial não nos falta para sermos uma referência nacional na geração de oportunidades, na inclusão e no desenvolvimento econômico e social.

Fonte: Jornal do Comércio | Valdeci Oliveira | Deputado estadual/PT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *