PGPAF garante bônus de mais de 70% em setembro

Agricultores familiares de 21 estados brasileiros, cujos produtos tiveram preço de mercado abaixo do previsto no mês de agosto, têm direito a bônus de garantia de preço do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF).

Estão na lista 17 culturas, sendo elas: açaí (fruto), babaçu (amêndoa), banana, batata, borracha natural, cacau (amêndoa), cana-de-açúcar, cará/inhame, cebola, feijão, feijão caupi, leite, mamona em baga, maracujá, mel, raiz de mandioca e tomate.

O destaque vai para o feijão caupi no Mato Grosso, com bônus de 71,19%. Em Tocantins, o feijão caupi também não obteve bons preços e o desconto chega a 65,05%. No Maranhão, o produtor de feijão caupi terá bônus de 55,71%. 
Os estados que integram a lista deste mês são: Acre, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

A dedução vale para o período de 10 de setembro a 9 outubro e tem como referência os preços praticados no mercado no mês de agosto.

O bônus do PGPAF é calculado todo mês pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado pela Sead. A Conab faz um levantamento nas principais praças que integram o PGPAF e comercializam os produtos da agricultura familiar.

Confira a tabela abaixo com os produtos e estados contemplados:

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Contatos: (61) 2020-0120 / 0122 e imprensa@mda.gov.br

Tamires Kopp

Fonte : MDA