Pesquisador da Amazônia ganha prêmio ‘Nobel do ambiente’

O biólogo americano Thomas Lovejoy foi um dos vencedores do prêmio Blue Planet Prize, também conhecido como "Nobel do ambiente". Concedido pela fundação japonesa Asahi Glass, o prêmio de R$ 1,3 milhão é destinado a pessoas ligadas a pesquisas ambientais. As informações são do jornalFolha de S. Paulo.

Professor da Universidade George Mason, nos Estados Unidos, Lovejoy, 70 anos, é considerado o criador do termo biodiversidade e estuda a região amazônica desde 1965. O prêmio também foi concedido a Mathis Wackernagel, presidente da ONG Global Footprint Network, e William Rees, da Universidade British Columbia, no Canadá. Ambos são autores do conceito pegada ecológica, que calcula a quantidade de recursos naturais necessários para suprir demandas da população.

Fonte: Terra