Pesquisa e inovação – Governador Rollemberg pede apoio da Embrapa para parque tecnológico no DF

Empresa vai criar um centro internacional de tecnologia em agricultura tropical

Em reunião nesta quarta-feira com a ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, pediu apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para a implementação do parque tecnológico de Brasília, projeto que está sendo desenvolvido pelo Governo do Distrito Federal (GDF) e que conta com o apoio do Mapa e de outras entidades, como Sebrae e Ministério da Ciência e Tecnologia.

De acordo com o governador, que foi recebido por Kátia Abreu no ministério, o parque de Brasília pretende reunir conhecimento em áreas de tecnologia da informação, agricultura tropical, biotecnologia e medicina tropical. Caberá à Embrapa desenvolver um centro internacional de tecnologia em agricultura tropical e biotecnologia, projeto que já está sendo desenhado pela empresa.

Kátia Abreu colocou a Embrapa à disposição do projeto do GDF (Foto: Carlos Silva / Mapa)

“Precisamos do apoio do Mapa e da Embrapa para levarmos o projeto para frente, porque esse parque vai mudar a cara da cidade, não tenho dúvida de que Brasília tem essa vocação”, afirmou o governador durante reunião no Mapa. A ministra e o presidente da Embrapa, Maurício Lopes, colocaram a entidade à disposição e elogiaram o projeto do GDF.

“Temos o maior interesse em ter esse centro especializado voltado para o agricultor e para o agronegócio. Será um símbolo internacional da prosperidade da maior agricultura tropical do planeta ”, afirmou a ministra.

Rollemberg agradeceu ao apoio do Mapa e afirmou que universidades do Distrito Federal, como Universidade de Brasília e Universidade Católica de Brasília, também poderão participar. “Não tenho nenhuma dúvida de quem com a participação da Embrapa esse parque vai decolar. Fico muito agradecido e animado”, disse o governador.

Kátia Abreu afirmou que o centro de agricultura tropical faz parte das ações previstas pela Aliança Nacional para Inovação Agropecuária – projeto em desenvolvimento pela Embrapa e pelo Mapa que vai impulsionar a pesquisa e a inovação no campo e atrair novas fontes de financiamento.

Mais informações para imprensa:
Assessoria de Comunicação Social

Fonte : Mapa