Pesquisa busca desenvolver grão de arroz específico para produção de etanol

Com a conclusão do estudo prevista para daqui um ano, estimativa é de que a semente seja oferecida para o mercado em 2014

Nauro Júnior

Foto: Nauro Júnior / Agencia RBS

Variedade do grão rende entre 12 e 14 toneladas por hectare, enquanto o comum rende em média sete toneladas por hectare

A ideia do uso do arroz excedente no mercado abriu caminho para o desenvolvimento de um grão específico para servir de matéria-prima à produção de etanol. O pesquisador da Embrapa Clima Temperado Ariano de Guimarães Júnior, dentro do Programa de Melhoramento Genético, desenvolveu umavariedade do grão com alto potencial de produção – rende entre 12 e 14 toneladas por hectare, enquanto o comum, direcionado ao consumo humano, rende em média sete toneladas por hectare.

– É um arroz diferente: o grão é mais opaco e, se for cozido, desmancha – esclarece o pesquisador, em comparativo com o grão comum.

Com a conclusão da pesquisa prevista para daqui um ano, a estimativa é de que a semente seja oferecida para o mercado em 2014. Uma amostra da plantação experimental, que existe em Restinga Sêca, no Rio Grande do Sul, será apresentada aos produtores na 22ªAbertura Oficial da Colheita do Arroz, evento que ocorre no município.

A partir das 14h desta sexta, dia 24, será realizado, durante a abertura oficial, o 3º Fórum do Arroz, que poderá ser conferido ao vivo no Canal Rural. O tema do debate será "Marketing do arroz + feijão: A dupla imbatível que precisa se reinventar", com participação do presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Renato Caiaffo da Rocha, e do diretor da Agência Pública Comunicação, José Luiz Monteiro Fuscaldo, além de representantes do Ministério da Agricultura, Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), Sindicato das Indústrias de Arroz (Sindarroz) e Associação dos Produtores de Feijão do Rio Grande do Sul (Aprofeijão). O mediador será o apresentador do Canal Rural João Batista Olivi. Já no sábado, dia 25, será transmitida ao vivo a partir das 11h a cerimônia oficial de abertura da colheita.

Fonte:  Ruralbr | ZERO HORA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.