Pesquisa avalia potencial de abate

Até o fim do ano, o Nespro deve assinar convênio com o Fundesa, a Farsul e a Fiergs para elaboração de estudo que medirá a capacidade de abate e as adequações à legislação ambiental no RS. O levantamento será executado em 2014, assim como outro estudo que pretende quantificar o rebanho gaúcho por meio de um boletim técnico bimestral, em parceria com a Seapa, Fundesa e indústria frigorífica. Ontem, o Nespro lançou radiografia para ‘detectar fraturas’ na pecuária nos três estados do Sul, explica o professor Julio Barcellos.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *