Pequena cooperativa investe em chocolate

Em um dos maiores municípios produtores de cacau do país, Medicilândia, no sudoeste paraense, uma cooperativa foi criada para gerir uma iniciativa de verticalização da cadeia produtiva. Trata-se de uma pequena indústria de chocolate formada por agricultores familiares que abriu as portas com recursos do governo estadual (R$ 1,8 milhão) para instalações e maquinário.

Quem conta essa história é o presidente da Cooperativa Agroindustrial da Transamazônica (Copatrans), Adenir Venturin. A indústria começou a funcionar em 2011, após adequações e treinamento de pessoal em 2010. Hoje, são 40 sócios produtores de Medicilândia. Na pequena fábrica, a matéria-prima é processada e transformada em chocolate pronto para consumo final.

Conforme Venturin, os produtos são diferenciados por terem uma matéria-prima de qualidade e por não usarem gordura vegetal em sua composição. Também apresentam entre 30% e 70% mais cacau que a média. São fabricados, em média, 60 quilos de bombons, barras e pó por dia. Comercializado com a marca Cacauway, já registrada, o chocolate está presente em oito lojas, duas em Medicilândia. A meta é chegar a Belém ainda este ano. E há demanda para levar o produto a Mato Grosso e Goiás, de acordo com Venturin.

A expansão da comercialização ainda esbarra em questões como as embalagens, ainda simples e trazidas de São Paulo. A cooperativa pleiteia recursos do Estado para ampliar a capacidade de produção de 150 quilos para 500 quilos de chocolate por dia até o fim do ano. Também está em estudo a abertura de franquias para vender a marca Cacauway. Por enquanto, a nova cooperativa não teve sobras (lucro). Mas Venturin aposta que terá (CF)

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3171684/pequena-cooperativa-investe-em-chocolate#ixzz2X8az342e

Fonte: Valor | Por De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *