PASSO A PASSO – Construção e reforma de imóvel rural: veja como acessar nova linha do Pronaf

Novidade do Plano Safra 2019/2020, a modalidade já está disponível nos bancos oficiais. Listamos documentos necessários, juros e outras condições

Agricultores familiares podem financiar até R$ 50 mil para reforma e construção. Foto: Governo do Paraná

O Plano Safra 2019/2020 trouxe uma novidade importante para os agricultores familiares: a criação de uma linha de crédito destinada à construção ou reforma de casas rurais. Quer saber como acessar os recursos? Veja o passo a passo.

QUEM TEM DIREITO?

Agricultores familiares com Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) ativa, exceto os integrantes dos grupos A, B e A/C (confira a classificação aqui).

O QUE PODE SER FINANCIADO?

Construção: empreendimentos novos, aumento de área construída e modificação estrutural do imóvel;

Reforma: demais melhorias, como pinturas e acabamentos em geral, substituições de revestimentos, substituições de rede elétrica, hidráulica, portas, janelas etc.

  • DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS

    O produtor precisa apresentar a DAP e o projeto de reforma, que deve demonstrar a capacidade de pagamento da família.

    Segundo o coordenador de Financiamento à Agricultura Familiar do Ministério da Agricultura, Wanderson Henrique do Couto, ainda que a obra não esteja diretamente ligada à produção, a instituição financeira precisa rastrear a atividade agrícola que viabilizará o embolso.

    Além disso, cada fim demanda documentos adicionais:

    Construção

    • Alvará ou licença para construção, quando a legislação exigir;
    • Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) emitida pelo profissional responsável pelo projeto.

    Reforma

    • Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) emitida pelo profissional responsável, quando a obra exigir.
    CONDIÇÕES

    Encargos: taxa efetiva de juros de 4,6% ao ano;

    Prazo: até 10 anos, incluídos até 3 anos de carência.

    Teto de financiamento: para construção ou reforma de moradias no imóvel rural de propriedade do mutuário ou de terceiro cujo CPF conste na DAP da unidade familiar: teto de R$ 50 mil, desde que definida no projeto técnico a viabilidade econômica das atividades desenvolvidas na propriedade para pagamento do crédito.

    QUE BANCO PROCURAR?

    O financiamento pode ser solicitado nas instituições que operam o Pronaf, sendo as principais: bancos oficiais, como Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia e bancos cooperativos e cooperativas de crédito, como Sicredi, Bancoob e Cresol.

    Por Canal Rural

    Fonte : Canal Rural