Passeio do milho

Duas preocupações marcaram os debates do Avisulat 2012 3º Congresso Sul-Brasileiro de Avicultura, Suinocultura e Laticínios, que terminou sexta-feira, em Bento Gonçalves: o alto custo do milho para rações e a escassez de mão de obra para as indústrias.
O secretário de Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, prometeu para os próximos dias medidas para evitar o “passeio do milho”, ou seja, a exportação do cereal produzido aqui e posterior importação.
A falta de mão de obra é um problema ainda mais difícil de ser resolvido. Indústrias avícolas da Serra estão buscando, diariamente, trabalhadores residentes na região metropolitana de Porto Alegre e contratando imigrantes haitianos para ocupar as muitas vagas disponíveis. Milho e mão de obra mais caros vão resultar em preços mais salgados para os consumidores.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.