Parcerias vão incrementar produção de arroz no Baixo São Francisco sergipano

Fonte: O NORDESTE.COM

A Codevasf, vinculada ao Ministério da Integração Nacional, está estimulando a produção de arroz no Baixo São Francisco sergipano mediante uso de sementes selecionadas, beneficiamento e melhoria na comercialização do cereal. Por intermédio da Companhia, os agricultores do perímetro irrigado de Betume, situado nos municípios de Neópolis, Ilha das Flores e Pacatuba, estão em negociação com a iniciativa privada para contratar os serviços de uma unidade de beneficiamento (UBA) para produzir arroz parboilizado. Por meio dessa parceria, o produtor entregará à UBA o arroz em casca, oriundo da sua colheita, e receberá arroz beneficiado e empacotado, para, em seguida, fazer a comercialização do seu próprio produto.

Com a parboilização do arroz, que é uma grande inovação tecnológica para região, pequenos agricultores poderão participar dos programas de apoio dos governos federal e estadual, representados, respectivamente, pela COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO (CONAB), que executa o Programa de Aquisição de Alimentos, e pelas Secretarias da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social e de Educação do Estado.

De acordo com o superintendente da Codevasf em Sergipe, Paulo Viana, essa iniciativa é de suma importância para a rizicultura do estado. "Além de gerar emprego e renda, esse procedimento poderá abastecer parte do mercado sergipano e agregar valor a sua produção, propiciando ao produtor a apropriação da riqueza gerada", explica.

A oferta de sementes de arroz para os agricultores tem sido outra iniciativa da Codevasf. Para isso, a empresa está trabalhando com o governo do Estado de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social e Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural. Cerca de 300 toneladas de sementes já foram adquiridas para a safra desse ano, o que permitirá o plantio de cerca de 2.500 hectares irrigados. O investimento foi da ordem de R$ 450 mil.

Essa parceria com o Estado também vai garantir a implantação de um banco de produção de sementes, com a instalação de campos multiplicadores de GRÃOS em diversos lotes do perímetro Betume, proporcionando a diversificação das atividades produtivas, bem como o aumento da renda e a geração de empregos na região. "Com a semente básica, o produtor fará a sua reprodução, utilizando sempre sementes selecionadas no cultivo. Essa ação propiciará incrementos na produção e produtividade da cultura do arroz, bem como a uniformidade na qualidade do grão, fato que favorece extremamente o beneficiamento, a comercialização e o aumento da renda", finaliza o superintendente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *