Para além do agronegócio

O parque Assis Brasil é, desde a década de 1970, o principal palco do agronegócio gaúcho. Mas a infraestrutura deste show room do campo não acompanhou a evolução agroindustrial: a Expointer, por exemplo, já não cabe no parque. Investimentos significativos serão necessários para tornar o velho Assis Brasil num complexo de eventos moderno. O governo, sozinho, não tem como fazê-lo. Uma maneira de atrair o capital privado é ampliar as possibilidades de utilização do parque para além da agenda específica do agronegócio. Por que não adequar as instalações que serão construídas no local também a eventos esportivos, automobilísticos, aeronáuticos, ou shows musicais? Sem prejuízo à vocação principal do parque Assis Brasil, que é a agropecuária, seria uma forma de torná-lo útil a um público bem maior o ano inteiro.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *