Pagamento da Doux

Fonte:  Radio Gaúcha | Suinocultura Industrial

O atraso nos pagamentos dos lotes de aves e suínos de produtores integrados da Doux Frangosul já está em 120 dias. Depois de realizar o depósito de parte da dívida nos meses de abril e maio, a empresa e os criadores acertaram novo cronograma de pagamento. Novos depósitos aos avicultores e suinocultores serão realizados nos dias 14 e 20 deste mês.

O assessor de Política Agrícola da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado (Fetag) afirma que a entidade vai acompanhar se a Doux vai efetuar os pagamentos. Aírton Hochscheid estima que o período devido deve cair pela metade.

"Nossa expectativa é que, com estes dois pagamentos, os atrasos fiquem por volta de 100 dias, considerando que haja uma diferença de 45 dias que é o normal que a empresa vem praticando nos últimos dois anos. Se isso se confirmar, devemos ter uma redução de atraso efetivo de 60 a 65 dias", acredita.

Os pagamentos geram expectativas dos produtores. Em Montenegro (RS), pelo menos 70 famílias dependem da produção integrada. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município afirma que os criadores ainda continuam com débitos que precisam pagar. Romeu Krug informa que a maioria dos produtores usou a parcela paga pela empresa na compra de lenhas para aquecer os animais durante o inverno.

"No verão a gente aquece o filhote de 5 a 8 dias e não precisa botar mais lenha e nem gás. No inverno é, no mínimo, 20 dias. O produtor gasta mais para criar um lote. O que ele recebeu, ele gastou em lenha para criar os outros lotes", salienta.

Em comunicado, a Doux Frangosul esclarece que fechou uma nova proposta com os produtores integrados. Segundo a nota, o acordo firmado garante a redução progressiva da dívida até final de agosto, o que corresponderia à redução dos débitos em mais de 50%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *