Pacote tenta revitalizar o cooperativismo

Fonte: ZERO HORA – RS
Medidas de apoio foram anunciadas pelo governo do Estado e devem permitir mais acesso ao crédito 

Dar novo fôlego para as cooperativas é o principal desafio do Programa Gaúcho do Cooperativismo Rural, lançado ontem pelo governo do Estado, no Palácio Piratini. São nove medidas, envolvendo ações tributárias, fiscais, de gestão e tecnologia, permitindo mais acesso ao crédito e a programas de incentivo.

 

Sete delas só podem entrar em vigor por meio de projeto de lei que necessita de aprovação pela Assembleia Legislativa. As propostas devem estar concluídas nesta semana e a expectativa do governo é de que sejam aprovadas neste mês.

 

De acordo com a Organização das Cooperativas do Estado (Ocergs), são 282 mil produtores rurais associados à entidade, com faturamento próximo de R$ 14 bilhões ao ano.

 

– Podemos avançar ainda mais com algumas emendas aos projetos. Acredito que o cooperativismo vai mudar principalmente por causa da participação no Fundopem. Com o programa, além de fomentar o setor, o governo está ajudando o próprio Estado – ressaltou Vergilio Perius, presidente do sistema Ocergs/Sescoop.

 

Para o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Ivar Pavan, as medidas vão potencializar a agricultura gaúcha e auxiliar na industrialização e comercialização dos produtos.

 

O governador Tarso Genro ressaltou que o governo acatou praticamente todas as reivindicações do setor. Para Tarso, a atração de investimentos passa pelo fortalecimento da base produtiva que precisa ser solidificada, modernizada e incentivada.

 

As nove ações

1 Programa de Revitalização das Cooperativas do RS (Recoop/RS) projeto será enviado à Assembleia

2 Fundo de Aval do Cooperativismo projeto será enviado à Assembleia

3 Programa de Extensão Cooperativa (PEC/RS) projeto já na Assembleia

4 Programa de Acompanhamento da Gestão projeto já na Assembleia

5 Programa Pró-Cooperação projeto ainda será elaborado

6 Programa de Apoio à Geração/Distribuição de Energia Limpa medida será feita por decreto

7 Reformulação do Fundopem projeto já na Assembleia

8 Isenção de ICMS nas compras institucionais da AGRICULTURA FAMILIAR decreto 48.318, de agosto de 2011

9 Tributação cooperativa simplificada projeto será enviado à Assembleia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *