Ovinocultura reivindica incentivo

Fonte:  Correio do Povo

 Luiz Leivas defendeu inclusão de carne na merenda<br /><b>Crédito: </b>  vinícius roratto
Luiz Leivas defendeu inclusão de carne na merenda
Crédito: vinícius roratto

Durante almoço ontem na Capital, ovinocultores de Pinheiro Machado sugeriram ao ministro da Educação, Fernando Haddad, de passagem pelo Estado para assinatura de um convênio, que o governo federal insira a carne ovina na merenda escolar, a exemplo do programa que funciona na rede de ensino municipal. De acordo com o prefeito Luiz Fernando Leivas, no primeiro semestre deste ano, 1,6 mil quilos de carne ovina foram servidos nas oito escolas da cidade. "Esse tipo de ação estimula o setor produtivo e pode ser adotada em escala maior", sustenta Leivas. Ao governador Tarso Genro, o grupo solicitou apoio ao projeto, que prevê a instalação de agroindústria e planta frigorífica para abate de ovinos. A área já existe, mas faltam R$ 900 mil para obra civil e equipamentos, explica Maicon Bonini, membro do Conselho Técnico do Núcleo de Criadores de Ovinos e Caprinos. A ovinocultura representa 50% da arrecadação municipal proveniente do campo.
Ao receber o pedido, o governador apresentou números atingidos pelo programa Mais Ovinos. Até esta semana, o Banrisul financiou a retenção ou a aquisição de 157.164 matrizes com um total de R$ 39,6 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *