Osmar Dias dá dicas para acessar crédito rural do Banco do Brasil

Fonte: Globo Rural

Em entrevista, vice-presidente de agronegócio da instituição afirma que agricultor terá atendimento personalizado

por Luciana Franco

Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr
Segundo Osmar Dias, na nova safra o BB ampliará sua atuação no modelo de relacionamento com os clientes produtores rurais

Osmar Dias, vice-presidente de agronegócio do Banco do Brasil (BB), que anunciou na ultima quinta-feira (07/07) a liberação de R$ 45,7 bilhões para operações de crédito rural na safra 2011/12, afirma em entrevista à Globo Rural que o dinheiro já está disponível nas agências e dá algumas dicas para facilitar o acesso do produtor aos recursos.
Globo Rural – Como o produtor rural que está nas regiões mais distantes pode acessar os recursos?
Osmar Dias – Quem está afastado não sabe que existem recursos disponíveis, pretendemos sanar isso através do Banco Postal, que adquirimos no final de maio e que vemos como oportunidade de expandir a rede de atendimento via Correios.
GR – O BB está investindo em agências especializadas. Como são essas agências?
Dias – Na nova safra o Banco do Brasil ampliará sua atuação no modelo de relacionamento com os clientes produtores rurais, que proporcionará atendimento personalizado, orientação financeira, oferta de produtos e serviços específicos para suas atividades e financiamento da produção. Até o momento, cerca de 45 mil clientes estão sendo atendidos por este novo modelo em todo o País.
GR – Quantas agências já atuam neste novo modelo?
Dias – Já treinamentos 1,6 mil funcionários em 260 agências para o atendimento específico do agronegócio.
GR – Cerca de R$ 850 milhões serão direcionados para incentivar a Agricultura de Baixo Carbono, visando promover a redução das emissões de gases de efeito estufa. Como o agricultor pode acessar este dinheiro?
Dias – O limite por CPF é de R$ 1 milhão, com juros de 5,5% ao ano. Os candidatos a esta linha precisam apresentar um projeto que comprove a sustentabilidade de suas operações. A maneira mais fácil de desenvolver este projeto é junto com um gerente do BB.
GR – Há alguma estratégia nova?
Dias – Sim. Retiramos as restrições sobre produtores que haviam feito renegociação em 2008 e que estavam regulares no pagamento de suas parcelas, mas que eram tidos como inadimplentes no BB. Com isso, 40 mil produtores serão inseridos no sistema, o que significa uma demanda de crédito de R$ 3 bilhões.
GR – O senhor acredita que o dinheiro chegará nas mãos do produtor em tempo hábil para o cultivo?
Dias – Sim. Tomamos muitas providências para agilizar a liberação de recursos e retirar os obstáculos de acesso ao crédito. Desde 1 de julho o dinheiro está disponível nas agências do BB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *