Organizações defendem a criação de uma economia florestal

Organizações não governamentais que atuam na área ambiental defendem a criação de uma política nacional para o uso e gestão de florestas no País. Segundo o presidente do Grupo de Trabalho Amazônico (GTA) e representante do Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente, Rubens Gomes, o País tem a maior floresta tropical do mundo e uma pequena economia florestal.

De acordo com Gomes, a ausência de uma política nacional, deixa o sistema florestal brasileiro em situação de fragilidade e isso inibe o investimento na floresta amazônica.

Para o dirigente, uma saída é compensar o vazio legal por meio do fortalecimento do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), criado em 2006. Na opinião do Gomes, cinco anos depois da criação do órgão, o SFB ainda está longe de atender as expectativas depositadas pela sociedade brasileira em seu funcionamento.

Fonte: Terra