Oferta de milho deve estimular confinamento em 2012

Fonte:  Valor | Por Luiz Henrique Mendes | De São Paulo

O número de bovinos confinados no Brasil deve atingir patamares recordes em 2012. Essa é a expectativa das consultorias Bigma e Agroconsult, após avaliarem os resultados do Rally da Pecuária 2011, expedição que percorreu, entre setembro e novembro, as principais regiões de cria, recria, engorda e confinamento de gado bovino em nove Estados brasileiros. Nessas regiões, está 85% da produção de carne bovina do país.

De acordo com as estimativa, o número de animais confinados deve alcançar 4 milhões de cabeças no ano que vem, ante as 3,8 milhões previstas para 2011.

O aumento dos confinamentos é uma mudança estrutural e não conjuntural, disse André Pessôa, sócio-diretor da Agroconsult. Segundo ele, "o crescimento não é um episódio fortuito por causa das secas" que atingiram as pastagens em 2010, incentivando a engorda intensiva. Segundo ele, o regime de confinamento pode reduzir o tempo de abate para até 60 dias, ante 90 dias no semi-confinamento.

Segundo Pessôa, o crescimento do confinamento bovino em 2012 será estimulado pela maior disponibilidade de milho na safra 2011/12, o que deve reduzir os preços do grão. Conforme estimativa da Agroconsult, o Brasil deve produzir 65 milhões de toneladas de milho na atual safra. Na avaliação de André Pessôa, o confinamento bovino deve continuar a crescer em 2013.

Durante a apresentação dos resultados do Rally da Pecuária 2011, realizada ontem na sede da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Bigma e Agroconsult mostraram uma estimativa inédita para a safra nacional de pastagem, em torno de 4,9 bilhões de toneladas.

"Temos que tratar pasto como safra", afirmou Maurício Palma Nogueira, sócio-diretor da Bigma, lembrando a necessidade de investimentos da ordem de R$ 40 bilhões para recuperar as pastagens degradadas do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *