OCUPAÇÃO INDÍGENA – "Desespero é muito grande", diz funcionário de fazenda ocupada em MS

Estradas da região de Jutí estão bloqueadas e Departamento de Operações de Fronteira ainda não chegou ao local

VÍDEOS RELACIONADOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Produtores rurais da fazenda Brasília do Sul, localizada no município de Jutí, em Mato Grosso do Sul, passam por dificuldades desde a ocupação dos índios da etnia guarani-kaiowá no local, na última quinta, dia 14. O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) da região já foi chamado, mas ainda não houve nenhuma ação.

Ramão Aparecido Cristaldo, gerente geral da fazenda, contou ao programa Mercado & Cia que os funcionários e suas famílias foram expulsos durante a madrugada com “gritos, tiros, ameaças” e desde então dormem em cima de tratores e carrocerias de caminhões. “O desespero é muito grande”, descreveu.

Os índios interditaram as estradas e as atividades de campo precisaram ser paralisadas em plena colheita da soja. Cristaldo espera a chegada do DOF para que algo seja feito e afirma: “os índios mentem que nós damos tiros, que nós temos pistoleiros, nós estamos de braços cruzados aguardando a justiça”.

“Foi demarcada uma área para eles, eles já invadiram a fazenda uma vez, não obedeceram à Justiça”, reclama o gerente, refletindo a conturbada relação entre indígenas e fazendeiros locais.

Victória Matsumoto | São Paulo (SP)

Divulgação/Ramão Aparecido Cristaldo

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *