Novo modelo pode reduzir uso de agrotóxicos

Fonte:  AGÊNCIA SENADO

O aumento da produção agrícola, com redução do uso de agrotóxicos, exige substituição do modelo de produção adotado no país

foto
Foto: AGÊNCIA SENADO

O vice-presidente da CRA, Waldemir Moka (C), coordenou o debate realizado sobre o uso de agrotóxicos

A afirmação é de especialistas ouvidos na sexta-feira pela Comissão de Agricultura, coordenada pelo vice-presidente Waldemir Moka.. Segundo a Embrapa, o Brasil tem tecnologia para, em dez anos, produzir frutas, verduras e legumes de forma ecológica
O aumento da produção agrícola, com redução do uso de agrotóxicos, exige substituição do modelo de produção adotado no país. Já existem tecnologias para produzir alimentos de forma mais ecológica, mas é preciso incentivo estatal para adotá-las. Essas afirmações são do pesquisador da Embrapa Marcelo Augusto Boechat Morandi, que atua no Departamento de Meio Ambiente da entidade. O pesquisador participou ontem de audiência pública na Comissão de Agricultura (CRA),
Em curto prazo, disse Morandi, os produtores terão bons resultados com a melhoria de práticas já adotadas com o modelo tradicional. O monitoramento integrado de pragas e doenças, o aperfeiçoamento da tecnologia de aplicação de defensivos, a capacitação de técnicos e produtores e a restrição de produtos altamente tóxicos, sugeriu, podem contribuir para a redução do consumo de ­agrotóxicos.
Produção sustentável
Marcelo Morandi recomendou ainda a integração e substituição de insumos agrícolas e práticas convencionais por práticas mais sustentáveis. Como exemplo ele sugeriu plantio direto de culturas, fixação biológica de nitrogênio e a integração de lavoura, floresta e pecuária.
Para o representante da Campanha Permanente Contra o Uso de Agrotóxicos e Pela Vida, Vicente Eduardo Soares e Almeida, que também é pesquisador da Embrapa Hortaliças, o Brasil possui tecnologia para, em dez anos, produzir frutas, verduras e legumes de forma ecológica.
Para o representante da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Luiz Carlos Meirelles, o controle do uso de agrotóxicos depende de melhor coordenação das ações entre os órgãos do governo e de melhor regulação da área, bem como a admissão de mais profissionais e pesquisadores por meio de concurso público.
O aumento do consumo de agrotóxicos no Brasil é explicado pelo aumento da produção agrícola, segundo o diretor executivo da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), Eduardo Daher. Ele afirmou que a produção do país vai aumentar nos próximos anos e, com isso, crescerá também o consumo de agrotóxicos. Para ele, o clima tropical do Brasil favorece a produção agrícola, mas, ao mesmo tempo, a proliferação de pragas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *