NOTÍCIASNOTÍCIAS – LUTO – Morre Moacyr de Carvalho Dias, inventor do requeijão no copo

Fonte:Reprodução/Criadouro de Aves Poços de Caldas

Empresário, que faleceu aos 96 anos, foi responsável pela vinda da Danone ao Brasil

Morreu neste domingo, dia 29, em Poços de Caldas (MG), Moacyr de Carvalho Dias. O empresário, inventor do requeijão cremoso de copo, faleceu aos 96 anos de idade de insuficiência renal.

Moacyr Carvalho Dias é tio do comentarista Daniel Dias, que faz parte do time do Canal Rural e é autor do Blog do Daniel Dias.

Conhecido carinhosamente como Xixo, o empresário foi responsável por trazer a Danone para o Brasil, quando ainda era proprietário da Laticínios Poços de Caldas.

"Do lado do laticínio, o mais curioso é que ele tinha duas carroças e fazia toda captação do município. Era preciso agregar valor ao leite. A primeira coisa foi colocar leite em saquinho. O primeiro a fazer isso foi o Poços de Caldas. Ele pegou um avião, foi para a França sem falar nada em francês, marcou uma reunião com a Danone, explicou tudo e convenceu as pessoas a ver como funcionava aqui. A Danone veio, ficou feliz com o desempenho e fixou um investimento. Foi o marco no Brasil", afirmou Daniel Dias.

Uma das grandes invenções de Dias foi ter a ideia de embalar o requeijão, antes em tablete, em um copo de vidro. A fórmula é utilizada até hoje e comercializada em supermercados de todo o Brasil.

O empresário também era proprietário e fundador do Criadouro de Aves Poços de Caldas, que conta com mais de 4 mil aves e 325 espécies de todo o mundo. As aves eram a grande paixão de infância de Moacyr de Carvalho Dias, e ele se dedicou ao projeto após a atingir grande estabilidade com a Danone.

"O mais fenomenal no tio Xixo era o empreendimento. Não é fácil custear com recursos próprios um criadouro. Tem aves que só se reproduzem lá, variedades em extinção no mundo. Ele teve a técnica, a sensibilidade, que fazia com que as aves se sentissem muito bem lá. Durante muito tempo ele pagou com recursos próprios e não era barato. Muitas vezes com dificuldades com a parte legislativa. Com o passar dos anos, o reconhecimento internacional fez com que ele ficasse tranquilo. Não é fácil fazer isso. Hoje talvez tenha respaldo, mas pensa nisso há 65 anos. E ele já pensava", contou Daniel Dias.

O corpo será velado no Velório Municipal de Poços de Caldas. Já o enterro está programado para esta segunda-feira, dia 30, às 16 horas (de Brasília), no Cemitério da Saudade.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *