NOTÍCIAS – PREVISÃO – Muito frio? Pois saiba que nova onda de baixa temperatura pode vir em setembro

Meteorologia não descarta frio tardio no próximo mês, principalmente na região Sul, com risco de geadas perto do início da primavera

luvas
Por conta da fase de transição climática – estamos saindo de um El Niño e entrando em um período de neutralidade –, os meteorologistas afirmam que podemos ter mais uma onda de frio tardio lá para meados da primeira quinzena de setembro. “É um período complicado, e não podemos descartar temperaturas mais baixas e risco de geadas perto do início da primavera, principalmente no Sul”, diz Celso Oliveira, meteorologista da Somar.

A atual onda de frio perde intensidade na região nos próximos dias. Esta quarta-feira, 14, começou com geadas em grande parte do Sul. No Rio Grande do Sul, onde mais de 90% do trigo está em fase de desenvolvimento vegetativo, não foram registrados prejuízos, segundo a Emater-RS. 
Nesta quinta, 15, a frente fria já se encontra bem afastada do Sul e é uma massa de ar seco que predomina na região. O tempo fica firme, bastante ensolarado, o típico “céu de brigadeiro”. As temperaturas voltam a subir de forma gradativa e o frio diminui um pouco durante a tarde, mas a madrugada continua gelada. Não está descartada a ocorrência de geada no sul do Paraná e nos pontos mais altos de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.
Durante a sexta-feira, 16, o frio persiste pela manhã, mas bem menos intenso que nos dias anteriores, já que a massa de ar polar vai perdendo força. Não há previsão de chuva em toda a região Sul, apenas condição para formação de nevoeiro entre o nordeste de Santa Catarina e o leste do Paraná nas primeiras horas do dia.

Pryscilla Paiva, editora de Tempo do Canal Rural

Redação – Canal Rural

Fonte : Canal Rural

soja plantio rondonia chupinguaia

Em Cascavel (PR), a saca de 60 quilos de soja passou de R$ 78,50 para R$ 80,50. Foto: Agrosoja-RO

Os preços da soja no mercado físico registram altas de até R$ 2 nesta quarta, 14. Segundo a consultoria Safras, apesar da queda da oleaginosa na Bolsa de Chicago, a valorização do dólar frente ao real aqueceu as negociações e 400 mil toneladas trocaram de mãos nas principais praças do país.

Em Cascavel (PR), a saca de 60 quilos avançou de R$ 78,50 para R$ 80,50. No porto de Paranaguá, o preço subiu de R$ 84 para R$ 85,50.

Em Rondonópolis (MT), a cotação da soja baixou de R$ 75,50 para R$ 75. Em Dourados (MS), manteve-se em R$ 74,50. Em Rio Verde (GO), aumentou de R$ 74 para R$ 75,50.

Já em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos seguiu em R$ 81,50. Na região das Missões, a cotação permaneceu R$ 81. No porto de Rio Grande, preço avançou de R$ 85 para R$ 86.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *