NOTÍCIAS – Futuro do crédito rural é destaque na edição de junho e julho da Revista Globo Rural

Reportagem mostra alternativas de financiamento aos agricultores e novas linhas que privilegiam sustentabilidade em meio a incertezas sobre Plano Safra

A edição de junho e julho da Revista Globo Rural chega às bancas, ao site e ao aplicativo Globo+ trazendo um mergulho nas fontes de crédito disponíveis ao produtor rural.

A reportagem de capa se debruça sobre títulos de créditos privados, como o CRA (certificado de recebíveis do agronegócio), além de uma série de títulos sob o guarda-chuva do ESG (ambiente, sustentabilidade e governança, em inglês), como os green bonds e climate bonds.

Além disso, a edição mostra as incertezas que atrasam a aprovação do Plano Safra, principal fonte de financiamento pública para o agronegócio, no Congresso. As delongas ocorrem em um cenário de volatilidade dos preços e dúvidas sobre as taxas a serem práticas.

Revista Junho e Julho (Foto: Estúdio de Criação)

Capa da edição de junho e julho da Revista Globo Rural (Foto: Estúdio de Criação)

Em Entrevista,o ativista e escritor Ailton Krenak buscou um ponto de convergência entre produção agropecuária e proteção ambiental. Segundo ele, os cuidados com a terra passam pela integração entre pecuária e floresta e pelos sistemas agroflorestais, que garantem a longevidade dos ciclos da água.

A parceria entre uma produtora de girassóis e apicultoras locais em Goiás é o tema de Agro é Delas. Na cidade de Bela Vista, a engenheira agrônoma Simone Dameto planta 145 hectares da flor, após a safra de soja, e abriga em sua lavoura 30 colmeias que contribuem para a biodiversidade local, garantem polinização e mel, além do óleo de girassol.

A edição ainda retratou a virada na vida de fazendeiros que tiveram suas propriedades transformadas em reservas e passaram a explorar o ecoturismo. Assim, esse grupo — detentor de 183 mil hectares — se inseriu no mercado da sustentabilidade.

Outros negócios sustentáveis, a exemplo de uma empresa familiar gaúcha que investe no biodiesel, farelo de soja e óleo comestível em pleno meio-oeste americano e a produção secular de amêndoas na Bahia, ganham atenção na revista.

O reflorescimento do cultivo de caju em função da ascensão do novo setor alimentício à base de plantas também é retratado em reportagem. A versatilidade do pseudofruto e da castanha abrem novas oportunidades de negócios para o campo.

No #TôNaGR, destaque para quatro projetos de empreendedores brasileiros que conquistaram o Prêmio Inovação Juvenil para os Países da América Latina e Caribe, oferecido pelo Fundo Internacional para Desenvolvimento Agrícola.

Nesta edição, Globo Rural ainda apresenta a nova edição do Caminhos da Safra. Apoiado pela Scania, o projeto mostra em detalhes os desafios para escoar a produção agrícola através de um país de proporções continentais.

Em Opinião, Roberto Rodrigues, coordenador do Centro de Agronegócio da FGV, fala da gente empreendedora e corajosa que se embrenhou no Cerrado para criar o que chamou dele “Maracanã onde será a partida final da Copa do Mundo da Alimentação”.

Já Luiz Josahkian, zootecnista e professor de melhoramento genético, lembra às novas gerações que água e terra são recursos finitos. Por isso, defende a existência da demanda por aumento de produtividade dentro de critérios de sustentabilidade.

Em Análise, a Scot Consultoria avalia o mercado do agronegócio, com informações sobre preço do milho, venda de frangos e suínos, bem como perspectivas para soja, algodão, arroz e café.

A coluna Futuro, assinada pelo engenheiro agrônomo e pesquisador da Embrapa Maurício Antônio Lopes, versa sobre fazendas verticais. Para ele, a disponibilidade de fontes renováveis de energia e o aumento de preços de alimentos permitirão que mais empreendimentos no ramo sejam viáveis em termos econômicos.

O Como plantar desta edição tem como tema a castanha-portuguesa, muito presente nas ceias de natal brasileiras. Já a seção Como criar, por sua vez, apresenta aos brasileiros o lóris, primo colorido do papagaio muito popular nos Estados Unidos e na Europa.

Por fim, no GR Responde, confira as respostas de especialistas a perguntas dos leitores. Será possível entender melhor sobre orquídea plantada em jabuticabeira, virose no mamoeiro, pragas que derrubam o coqueiro, floração das cebolinhas, transporte de pólen por abelhas e gestação de equinos.

REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : GLOBO RURAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *