NOTÍCIAS – Destaques do dia: o que foi notícia nesta terça-feira (4/5)

De segunda a sexta-feira, Globo Rural traz um resumo das principais informações do agronegócio

Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

(Foto: Estúdio de Criação)

Boa noite! Confira os destaques desta terça-feira (4/5) no site da Revista Globo Rural.

Melhores empresas do agro

gptw-ranking (Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Pelo segundo ano consecutivo, a Globo Rural divulgou com exclusividade o ranking com as melhores empresas para trabalhar no agro brasileiro. A publicação é resultado de parceria com o Great Place To Work (GPTW), consultoria global responsável pela metodologia e pesquisa, e conta ainda com o apoio da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag).

Nesta edição, houve aumento de 11% no número de inscritos. Segundo o GPTW, 123 empresas do setor foram avaliadas. O ranking final (veja a lista completa) traz as 30 que obtiveram a maior pontuação em todos os itens avaliados em três categorias, conforme o porte de cada organização (pequena, média ou grande).

Trandings de soja monitoram produtores

Fim da safra de soja e milho nos EUA (Foto: Joana Colussi/Globo Rural)

(Foto: Joana Colussi/Globo Rural)

As tradings globais de grãos estão usando satélites e agentes de campo para monitorar os produtores de soja no Brasil, além de disporem de um exército de advogados para ajudá-las a garantir o cumprimento de contratos fechados no ano passado, quando o preço pré-fixado da oleaginosa chegou a ser metade do valor atual.

Em jogo estão bilhões de dólares e a inviolabilidade dos contratos de grãos no Brasil, maior exportador mundial de soja e país responsável por cerca de 50% do comércio global do produto.

Exportação menor de soja em maio

Navio carregado com soja no porto de Paranaguá (PR) (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)

(Foto: Paulo Whitaker/Reuters)

As exportações brasileiras de soja devem recuar para 11,96 milhões de toneladas em maio, após o recorde histórico de embarques registrado em abril de 15,63 milhões de toneladas, mostraram dados da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) nesta terça-feira.

Se confirmado, o volume também representará um recuo em relação aos embarques de maio do ano passado, quando o país exportou 13,86 milhões de toneladas.

Vaca de R$ 1,5 milhão

pecuaria-vaca-sophie-leilao (Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

A vaca Sophie Ourofino foi vendida por R$ 1,5 milhão em leilão realizado na Expozebu, principal exposição de gado zebuíno do país e que, em função da pandemia de Covid-19, ocorre totalmente no formato online. De acordo com os organizadores, o animal se tornou o mais valorizado do ano até agora.

O leilão foi realizado no último domingo (2/5), organizado pela Fazenda Ipê Ouro, com atuação de longa data no mercado de genética bovina da Raça Nelore. Sophie foi o primeiro lote apresentado. O valor total de venda da vaca foi de R$ 1,593 milhão.

Consumo de peixe na pandemia

criacao_peixe_mercado (Foto: Filipe Borin/Ed. Globo)

(Foto: Filipe Borin/Ed. Globo)

Pesquisa feita em parceria pela Embrapa Pesca e Aquicultura e pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) apontou que metade das pessoas não mudou a frequência de consumo de pescados devido ao distanciamento social causado pela pandemia de Covid-19.

Ao mesmo tempo, 27% disseram que reduziram o consumo, 18% responderam que aumentaram e 4% pararam de consumir peixes no período. Os números foram arredondados para melhor entendimento e, por isso, não fecham em 100%.

Perda bilionária com roubo de cargas

Caminhão (Foto: Emiliano Capozoli/Ed.Globo)

(Foto: Emiliano Capozoli/Ed.Globo)

Levantamento da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) apontou que o número de roubo de cargas no Brasil caiu 23% no Brasil em 2020. Foram 14.159 ocorrências contra 18.382 em 2019, segundo o relatório, divulgado desde 1998.

Apesar disso, o cenário ainda é preocupante para o setor, conforme a entidade, uma vez que os prejuízos somam R$ 1,2 bilhão. O Sudeste segue sendo a região mais afetada, com 81,33% das ocorrências. Em seguida, aparecem Sul (8,89%), Nordeste (6,66%), Centro-Oeste (1,91%) e Norte (1,21%).

BRF investe em frigorífico

Logotipo da BRF (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

(Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

A BRF, maior processadora de carne de frango do Brasil, anunciou que vai investir 292 milhões de reais até 2022 para modernizar instalações no Estado do Paraná, de acordo com comunicado publicado nesta terça-feira.

A companhia também disse que vai retomar a produção de peru em sua fábrica de Francisco Beltrão, que em março recebeu autorização para exportar produtos para o México.

Regularização fundiária

politica-fpa-reuniao-0405 (Foto: Reprodução/Twitter)

(Foto: Reprodução/Twitter)

O presidente da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA), deputado Sérgio Souza (MDB-PR), disse, nesta terça-feira (4/5), que a legislação sobre regularização fundiária em discussão no Congresso visa mitigar o que chamou de “efeitos negativos” sobre o agronegócio brasileiro, como a associação a desmatamento e queimadas ilegais.

“Queremos a regularização fundiária para quem tem, de fato, direito à terra. Somos contra qualquer tipo de abuso possessório”, disse o deputado, em conversa com jornalistas, após a reunião semanal da bancada ruralista, em Brasília (DF), que teve a participação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Venda de máquinas agrícolas

Máquina agrícola exposta na Agrishow, em Ribeirão Preto (SP) (Foto: REUTERS/Marcelo Teixeira)

(Foto: REUTERS/Marcelo Teixeira)

As vendas de tratores e máquinas agrícolas totalizaram 10.855 unidades no primeiro trimestre do ano, alta de 22,26% em relação ao mesmo período de 2020 impulsionada pelo desempenho favorável das commodities no país, afirmou nesta terça-feira a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Somente em março foram comercializadas 4.164 unidades de veículos do segmento, um avanço de 15,47% ante o mês anterior. Na comparação com março do ano passado, o crescimento foi de 11,7%, mostraram os dados.

REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *