NOTÍCIAS – Destaques do dia: o que foi notícia nesta terça-feira (15/9)

De segunda a sexta-feira, Globo Rural traz um resumo das principais informações do agronegócio

+Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

Boa noite! Confira os destaques desta terça-feira (15/9) no site da Globo Rural.

Fogo destrói berço de araras-azuis

araras-azuis-mato-grosso-pantanal-queimadas (Foto: Divulgação/Ana Maria Barreto) 

(Foto: Divulgação/Ana Maria Barreto)

Conhecida internacionalmente como refúgio das araras-azuis, a Fazenda São Francisco do Perigara, localizada em Barão de Melgaço, no Pantanal mato-grossense, teve 92% dos seus 24.993 hectares queimados pelos incêndios na região. Barão de Melgaço, inclusive, é o município mais atingido pelas queimadas do Pantanal.

Focos de queimadas no Pantanal

Fogo no Pantanal (Foto: José Medeiros/Globo Rural) 

(Foto: Zé Medeiros/Globo Rural)

Dados gerados por todos os satélites registrados no Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), mostram o avanço da degradação do Pantanal na primeira quinzena de setembro. Em apenas 15 dias, 165.731 focos foram captados pelas imagens. O número é 354% maior que o mesmo período do ano passado, quando houve registro de 36.446 pontos de calor. Incêndios na Amazônia

queimada-amazonia (Foto: Reprodução/Ed. Globo) 

(Foto: Reprodução/Ed. Globo)

Assim como acontece na região do Pantanal, a Amazônia também segue com altos índices de queimadas. Nos primeiros 15 dias de setembro, foram registrados 497.139 focos de calor ao considerar todos os satélites do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Em comparação com o mesmo período do ano passado as queimadas aumentaram 90%.

China aumenta rigor contra Covid-19

Auditores fiscais federais frigoríficos fiscalização (Foto: Anffa Sindical/Divulgação) 

(Foto: Anffa Sindical/Divulgação)

Em mais uma medida para restringir a entrada de produtos contaminados com o novo coronavírus, a Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês) anunciou que suspenderá automaticamente as importações de empresas cujos produtos refrigerados apresentem resultado positivo em testes de ácido nucleico para a Covid-19 por uma ou duas vezes.

Inspeção chinesa em frigoríficos brasileiros

Auditores fiscais federais frigoríficos fiscalização (Foto: Anffa Sindical/Divulgação) 

(Foto: Anffa Sindical/Divulgação)

Principal destino das exportações brasileiras de carne, a China avaliou as condições de produção de 35 frigoríficos brasileiros nos últimos dois meses, segundo informações divulgadas nesta terça-feira (15/9) pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF). Os estabelecimentos, afirma o documento, foram inspecionados por videoconferência.

Oportunidade para carne suína

porco-suínos-aurora (Foto: Ernesto de Souza/Ed.Globo)

(Foto: Ernesto de Souza/Ed.Globo)

A sequência de suspensões à compra de carne suína in natura e semi-processada da Alemanha pode abrir novas possibilidades para o mercado brasileiro. O principal motivo é a China, um dos países que vetou a carne alemã.

É que a decisão pode trazer reflexos positivos para quem já vende o produto ao país asiático. Afinal, a Alemanha detém em torno de 14% das importações chinesas, o que representa quase 300 mil toneladas apenas no período de janeiro a julho deste ano.

Chuvas abaixo da média no Centro-Oeste

chuva no campo (Foto: Getty Images) 

(Foto: Getty Images)

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê chuvas abaixo da média para o Centro-Oeste até fim de outubro. Nas demais regiões, o prognóstico é de chuvas dentro ou até acima da média. Segundo boletim agroclimatológico, há aproximadamente 70% de probabilidade do início de La Niña durante a primavera.

Agrotóxico banido no Brasil

agrotóxicos-defensivos-pesticida (Foto: Pixabay) 

(Foto: Pixabay)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) manteve nesta terça-feira (15/9) a decisão de banir o agrotóxico Paraquate do Brasil. Assim, a partir do próximo dia 22 de setembro, o produto não poderá ser produzido ou usado no país.

Roubo e falsificação de fertlizantes

fertilizante_insumos_agricolas (Foto: Thinkstock) 

(Foto: Thinkstock)

A Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), que representa a indústria de fertilizantes no Brasil, alertou produtores para o aumento do número de casos de roubos e falsificações desses produtos, principalmente em Mato Grosso. A Anda recomenda que produtor desconfie da procedência de produtos com preços muito abaixo do valor de mercado.

REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *