NOTÍCIAS – Destaques do dia: o que foi notícia nesta sexta-feira (16/10)

De segunda a sexta-feira, Globo Rural traz um resumo das principais informações do agronegócio

+Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

Boa noite! Confira os destaques desta sexta-feira (16/10) no site da Globo Rural.

Rebanho bovino cai no Pantanal

Queimada na floresta e gado pastando na Amazônia (Foto: © AFP e Pablo Valadares/Câmara dos Deputados) 

(Foto: AFP)

Embora a pecuária seja apontada como principal responsável por ter dado início aos incêndios que já destruíram mais de 20% do Pantanal neste ano, o efetivo de bovinos do bioma fechou 2019 em queda, apesar de o rebanho nacional ter crescido pela primeira vez em dois anos. Segundo IBGE, só no Mato Grosso do Sul houve queda de 5,8% em 2019.

Preço do leite em alta

leite-produtor-vaca (Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

Com preços em patamares recordes no campo, a oferta nacional de leite sofreu mais um golpe no início deste mês, quando era esperada uma alta sazonal na produção. Com as pastagens ainda impactadas pela seca que atingiu o Centro-Sul do país, as temperaturas elevadas no início da primavera diminuíram a produtividade do rebanho nacional e adiaram para novembro a recuperação da oferta esperada para final de setembro e início de outubro.

Novas regras para adidos agrícolas

Ministério da Agricultura (Foto: Mapa/Divulgação) 

(Foto: Mapa/Divulgação)

Anunciada como uma medida para ampliar a atuação do Ministério da Agricultura fora do país, o decreto nº 10.519, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, eliminou a obrigatoriedade de ensino superior para o exercício da função de adido agrícola no exterior. A medida também ampliou de 25 para 28 o número de vagas no exterior e de quatro para dez anos o tempo mínimo de carreira no serviço público.

Horta comunitária em Paraisópolis

Ao todo, mais de 60 espécies serão cultivadas no local (Foto: Divulgação) 

(Foto: Divulgação)

No Dia Mundial da Alimentação, celebrado nesta sexta-feira (16/10), a comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, ganha um novo espaço em prol de uma alimentação saudável. Com cerca de 900 m², a horta comunitária foi lançada pelo Instituto Stop Hunger Brasil, mantido pelo Grupo Sodexo, com o objetivo de educar, capacitar e distribuir hortaliças aos moradores cadastrados no projeto, garantindo uma melhor educação alimentar.

Mudança de alimentação do brasileiro

Alimentação do brasileiro entra na tendência mundial de mudança com maior consumo de produtos saudáveis e sustentáveis (Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

Menos carne bovina, queijos, ovos, arroz e feija?o. Mais aves, salada crua, sandui?ches e comida feita em casa. A mudanc?a no consumo do brasileiro em uma de?cada mostra estar em curso uma revoluc?a?o que comec?a no prato e deve impactar a produc?a?o de alimentos.

Lançamento de colheitadoras

Colheitadeira TX, da New Holland (Foto: New Holland/Divulgação)

Colheitadeira TX, da New Holland (Foto: New Holland/Divulgação)

A New Holland, marca do Grupo CNH Industrial, anunciou nesta sexta-feira (16/10) duas novas colheitadeiras para atender o mercado de grãos. São dois novos modelos da TC, linha que teve o primeiro protótipo em 1993, e dois da sua co-irmã, a TX. As máquinas são consideradas de entrada e complementam o portfólio, que ainda tem a CR, de alta potência.

Inauguração de usina de biogás

bolsonaro-usina-raizen (Foto: Agência Brasil) 

(Foto: Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro e ministros de Estado participaram, nesta sexta-feira (16/10), da inauguração de fábrica de biogás da empresa Raízen, em Guariba, interior de São Paulo. A unidade será a primeira em escala comercial no mundo a utilizar a conversão da torta de filtro e da vinhaça, subprodutos da produção de etanol e cana-de-açúcar, voltada para geração de energia elétrica.

Superávit recorde do agro

Soja no Porto de Paranaguá (Foto: Nájia Furlan/Portos do Paraná)

(Foto: Nájia Furlan/Portos do Paraná)

A exportação brasileira do agronegócio atingiu US$ 77,9 bilhões de janeiro a setembro deste ano, alta de 7,5% em comparação com igual período do ano passado. As importações totalizaram US$ 9,2 bilhões. Desta forma, o agronegócio obteve um superávit recorde de US$ 68,7 bilhões para o acumulado de nove meses, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Insumos mais caros

Frangos (Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)

(Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)

A valorização dos preços do frango não tem sido suficiente para aliviar as contas do avicultor, apontam os indicadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Com uma alta de maior intensidade dos preços de farelo de soja e de milho, principais insumos da ração dos planteis, o poder de compra do produtor está menor, com uma relação de troca mais apertada.

REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : GLOBO RURAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *