NOTÍCIAS – Destaques do dia: o que foi notícia nesta segunda-feira (11/1)

De segunda a sexta-feira, Globo Rural traz um resumo das principais notícias do agronegócio

  • Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

    Boa noite! Confira os destaques desta segunda-feira (11/1) no site da revista Globo Rural.

    Disputa pela presidência da Câmara

    Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Adriano Machado/Reuters) 

    (Foto: Adriano Machado/Reuters)

    O presidente Jair Bolsonaro cobrou nesta segunda-feira (11/1) o apoio dos ruralistas ao seu candidato na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados, o líder do PP na Casa, Arthur Lira (AL), contra o deputado Baleia Rossi (MDB-SP). "O campo nunca teve um tratamento tão justo e honesto como teve comigo, em todos os aspectos", disse o presidente a apoiadores.

    Nova portaria

    agrotóxicos-defensivos-pesticida (Foto: Pixabay) 

    (Foto: Pixabay)

    O Ministério da Agricultura revogou nesta segunda-feira (11/1) a Portaria 43, editada em fevereiro de 2020, que previa a aprovação tácita de agrotóxicos e fertilizantes químicos após prazo 60 dias do início do processo junto à pasta. A validade da medida já havia sido derrubada no ano passado por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

    A norma foi revogada após a pasta publicar no Diário Oficial da União uma nova portaria (nº 196) que define níveis de classificação de risco para as atividades que dependem de aprovação prévia e retirar da lista de aprovações tácitas aquelas relacionadas ao registro de agrotóxicos e fertilizantes.

    Argentina limita embarques de milho

    agricultura_milho_ (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo) 

    (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

    A Argentina suspendeu a proibição das exportações de milho anunciada em dezembro e vai optar por um limite diário temporário de 30 mil toneladas nas vendas ao exterior, disse o Ministério da Agricultura nesta segunda-feira (11/1), recuando da medida mais restritiva que havia enfurecido agricultores na indústria de grãos do país.

    Venda antecipada de milho

    agricultura_milho_ (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

    (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo)

    Novos números reforçam o cenário de maior comercialização antecipada da safra 2020/2021 em comparação com a temporada anterior. A consultoria Safras & Mercado estimou, nesta segunda-feira (11/1), que 25,2% da segunda safra de milho prevista para este ano já estão comprometidos. Na mesma época no ano passado, essa proporção era de 13,7%.

    Preços da soja em alta

    Fim da safra de soja e milho nos EUA (Foto: Joana Colussi/Globo Rural) 

    (Foto: Joana Colussi/Globo Rural)

    O ano de 2021 começou com alta nos preços da soja no Brasil, informa, nesta segunda-feira (11/1), o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). De acordo com os pesquisadores, o preço do grão chegou a aumentar R$ 10 por saca em algumas regiões do país.

    Crescimento nas exportações do agro

    milho paranaguá (Foto: Claudio Neves/APPA) 

    (Foto: Claudio Neves/APPA)

    A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,111 bilhão nos primeiros dez dias do ano, informou nesta segunda-feira (11/1) o Ministério da Economia.

    Até 10 de janeiro, as exportações somaram US$ 4,855 bilhões, enquanto as importações ficaram em US$ 3,744 bilhões. A média diária das exportações cresceu 47,4% em relação a janeiro de 2020 enquanto as vendas da agropecuária cresceram 44,9%.

    Cesta básica mais cara

    cesta básica (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil)

    (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil)

    A Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), indicou que os preços dos alimentos básicos para as refeições de uma pessoa adulta aumentaram em todas as capitais em 2020. As maiores altas foram registradas em Salvador e Aracaju.

    Gafanhotos no RS

    Gafanhotos no RS (Foto: Site Santo Augusto Urgente) 

    (Foto: Site Santo Augusto Urgente)

    A superpopulação de gafanhotos da espécie identificada como Zoniopoda iheringi, que estava atacando vegetação nativa e lavouras no noroeste do Rio Grande do Sul no final do ano passado, está controlada e não apresenta riscos de perda econômica aos produtores. Enquanto população de insetos está em queda e não há risco econômico à safra, empresas testam químicos para solicitar registro junto ao governo.

    Gripe aviária na França

    Trabalhadores durante operação para abate de patos em Latrille, França 06/01/2017 (Foto: Regis Duvignau/Reuters)

    T(Foto: Regis Duvignau/Reuters)

    A França vai ampliar o abate em massa de aves à medida que enfrenta uma "corrida contra o tempo" para conter um vírus de gripe aviária que tem avançado por uma região produtora de patos no sudoeste do país, disse o ministro da Agricultura local, Julien Denormandie. Quase 400 mil animais já foram abatidos em Landes, no sudoeste do país, e governo diz que haverá mais centenas de milhares.

    Frutas de janeiro

    frutas (Foto: Cevisa/Reprodução)

    (Foto: Cevisa/Reprodução)

    Consumir alimentos da estação tem como principal vantagem a qualidade do produto. Os alimentos da época são mais frescos e nutritivos em comparação com os outros porque captam melhor os nutrientes do solo em que são plantados. Globo Rural elencou as frutas da época de janeiro e ainda separou duas receitas exóticas; aprenda já.

    Semana chuvosa pelo país

    chuva no campo (Foto: Getty Images)

    (Foto: Getty Images)

    Muitas áreas de instabilidade são observadas nesta segunda-feira (11/1) sobre a região central do Brasil. No entanto, essas áreas de instabilidade deverão provocar chuva apenas na forma de pancadas sobre Rondônia, Mato Grosso, Pará, Tocantins, sul do Maranhão, sul do Piauí e oeste da Bahia, informa o boletim agroclimático da Rural Clima. Confira a previsão completa para a semana.

    Soja e milho transgênicos da China

    derivados-soja-graos-farelo-oleo (Foto: United Soybean Board/CCommons)

    (Foto: United Soybean Board/CCommons)

    A China afirmou nesta segunda-feira (11/1) que aprovará a segurança para outra variedade de milho geneticamente modificado (GMO, na sigla em inglês) e uma de soja, ambas produzidas pela Beijing Dabeinong Technology Group. O país não permitia plantio de variedades geneticamente modificadas, mas autorizava sua importação.

    REDAÇÃO GLOBO RURAL

    Fonte : Globo Rural

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *