NOTÍCIAS – Destaques do dia: o que foi notícia nesta quarta-feira (21/7)

De segunda a sexta-feira, Globo Rural traz um resumo das principais informações do agronegócio

Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

Boa noite! Confira os destaques desta quarta-feira (21/7)

Geada no café

cafe-geada-nova-rezende (Foto: Alessandro Miranda/Arquivo Pessoal)

(Foto: Alessandro Miranda/Arquivo Pessoal)

A geada que atingiu as lavouras de café da região da Alta Mogiana e no sul de Minas na madrugada desta terça-feira (20/7) torrou folhas, devastou plantas novas e provocou muitos danos. Segundo o cafeicultor André Cunha, vice-presidente da Associação dos Produtores de Café Especiais da Alta Mogiana, que engloba 14 municípios paulistas e 9 mineiros, ainda não é possível estimar o prejuízo, mas a cultura já tinha sido prejudicada pela geada do início do mês e pelo estresse hídrico.

Geada no milho

Lavoura de milho afetada por geada 28/10/2017  (Foto: REUTERS/Lucas Jackson)

(Foto: REUTERS/Lucas Jackson)

As geadas registradas no início desta semana no Paraná podem agravar as perdas da safrinha de milho no Estado. O fenômeno climático, observado na madrugada de domingo para segunda-feira e na madrugada e manhã desta terça-feira (20/7) afetou parte das lavouras do Estado. Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado, houve formação de cobertura de gelo até nas áreas mais ao norte do Estado em virtude da intensa massa de ar frio e seco.

Veto ao fumo

Plantação de Fumo (Foto: Marcelo Curia / Editora Globo)

(Foto: Marcelo Curia / Editora Globo)

O veto russo às importações de tabaco brasileiro, que passou a valer na última segunda-feira (19/7), compromete o planejamento da safra de fumo 2021/2022, que está sendo iniciada no sul do país. A afirmação é do presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Albano Werner. Segundo ele, a colheita da safra 2020/2021 já foi encerrada e o tabaco está sendo comercializado.

Mercado de carbono

carbono neutro (Foto: Ilustração: Guilherme Henrique)

(Foto: Ilustração: Guilherme Henrique)

Se o mercado de carbono é uma tendência global, o Brasil se prepara para liderar o movimento que pode revolucionar a economia mundial. No entanto, ainda não há uma regulamentação que organize este mercado. A avaliação é de Marcello Brito, presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), que se mostra ansioso pelos debates da COP26, em setembro.

Porto de Rio Grande

O Porto de Rio Grande, administrado pela Portos RS e maior terminal do Rio Grande do Sul, movimentou no primeiro semestre do ano 20,81 milhões de toneladas. Segundo a empresa, foi o maior volume registrado entre janeiro e junho da história do terminal. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (21/7), em nota pela Portos RS, que administra os terminais portuários de Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande.

Jogos Olímpicos

Ação de marketing da ABPA em Tóquio (Foto: ABPA/Divulgação)

Ação de marketing da ABPA em Tóquio (Foto: ABPA/Divulgação)

A partir desta quinta-feira (22/7), a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), realizará uma ação para destacar a proteína animal brasileira em meio à realização dos Jogos Olímpicos. O objetivo é destacar a qualidade dos produtos nacionais, incluindo carnes de frango e suína, além de ovos. A iniciativa ocorrerá em Shibuya, um dos bairros mais movimentados da capital japonesa.

Leite

leite  (Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

Os preços do leite aumentaram. Mas os custos também. Uma situação que tende a pressionar a rentabilidade da cadeia produtiva, avalia a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em boletim de análise de conjuntura divulgado nesta semana. De acordo com os técnicos, a redução na oferta ajudou a elevar os preços nas principais regiões produtores, o que é considerado um momento até natural, já que o período é mais seco. Ainda assim, a relação de troca por insumos como milho e farelo de soja piorou para o produtor.

Vida nova para animais feridos

Amora, cadelinha de rua com órtese feita de cano de PVC pelo estudante de medicina veterinária, Edinaldo Pereira (Foto: Assessoria de Imprensa Loures)

(Foto: Assessoria de Imprensa Loures)

Uma órtese construída com cano de PVC por um aluno de Medicina Veterinária da Unijuazeiro (Centro Universitário de Juazeiro do Norte) transformou a rotina de uma cadela de rua e abriu caminho para criar novas ferramentas para ajudar animais feridos.

O protótipo foi desenvolvido por Edinaldo Pereira, que teve a ideia depois de Amora – como foi batizada a cachorrinha – ter sido resgatada, há dois meses, com uma fratura na perna e levada até o Centro de Zoonose da universidade.

Receita do Japão

Sushi pronto para ser servido (Foto: Pixabay)

(Foto: Pixabay)

As Olimpíadas de Tóquio começam oficialmente na sexta-feira (23/7), mas, para alguns esportes, as disputas já se iniciaram. Para entrar no clima do Japão, Globo Rural sugere preparar uma receita do mais clássico prato japonês: sushi.

REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : GLOBO RURAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *