Nome do Ministro Ruy Rosado de Aguiar Júnior é eternizado na Escola Superior da Magistratura

Nome do Ministro Ruy Rosado de Aguiar Júnior é eternizado na Escola Superior da Magistratura
Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, AJURIS e Escola da
Magistratura homenagearam o Magistrado falecido em agosto
(Fotos: Eduardo Nichele)

A cerimônia de denominação do Auditório da Escola Superior da Magistratura (ESM/CJUD) de "Ministro Ruy Rosado de Aguiar Júnior", em homenagem póstuma ao ex-membro do STJ, contou com a presença do Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, e da Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Denise Oliveira Cezar, pela Administração do TJRS, e de grande número de Desembargadores e Juízes de Direito. A família do homenageado foi representada pela viúva, Dona Diva, pelo filho, Ruy Rosado de Aguiar Neto, Juiz de Direito; pelas filhas Alice de Aguiar Diehl e Vera Lúcia Andrade de Aguiar; e pela nora, Daniele.
Além do Presidente do TJ, Desembargador Carlos Duro, discursaram sobre o ex-Ministro Ruy Rosado a Presidente da AJURIS, Desembargadora Vera Deboni, o Diretor da ESM, Desembargador Jayme Weingartner Neto, e, representando a família, o Juiz Ruy Rosado de Aguiar Neto. Depois, foi descerrada uma placa com uma frase do homenageado: "E amanhã, quando um filho e um neto lhes perguntar o que foram na vida, honrem-se de dizer-lhe: eu fui juiz do Rio Grande".
Na sua manifestação aos presentes, o Presidente do TJ disse que, por tudo que Ruy Rosado representou, como Magistrado, Professor, Doutrinador e Ministro, nada mais justa a eternização do seu nome em uma dependência da Escola, da qual ele foi Diretor no biênio 1986/1987. O Desembargador destacou o desprendimento do Ministro Ruy para auxiliar o Judiciário gaúcho, mesmo quando estava em Brasília.
A Presidente da AJURIS lembrou que Ruy Rosado começou sua carreira no Ministério Público (representado no ato pelo Procurador-Geral de Justiça, Fabiano Dallazen; pelo Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Marcelo Lemos Dornelles; e pelo Promotor Luciano Vaccaro; a Defensoria Pública foi representada pela Defensora Larissa Pilar Prado). A Desembargadora Vera recordou que os candidatos à Magistratura estudavam sobre aplicação de penas em livro do mestre Ruy Rosado.

Nome do Ministro Ruy Rosado de Aguiar Júnior é eternizado na Escola Superior da Magistratura
Familiares do Ministro, Des. Duro, Procurador Dallazen e Defensora Larissa diante
da placa com frase do homenageado sobre orgulho de ser juiz do RS

O Diretor da ESM, por sua vez, mencionou que a homenagem foi proposta no Órgão Especial do TJ pelo Desembargador Francisco José Moesch, também presente ao ato. O Desembargador Weingartner Neto acrescentou que Ruy Rosado foi exemplar como cientista, como humanista e como realizador com capacidade de vislumbrar o futuro.
O filho do homenageado disse, em nome da família, que a homenagem constitui-se em honraria da maior distinção a quem foi Diretor e Professor  da Escola. Ruy Rosado de Aguiar Neto frisou que seu pai buscava estimular os alunos, os jovens Magistrados e as pessoas em geral a investirem em suas carreiras e projetos profissionais.

Nome do Ministro Ruy Rosado de Aguiar Júnior é eternizado na Escola Superior da Magistratura
A viúva, Dona Diva, ladeada pelas filhas Alice e Vera Lúcia, o filho, Juiz de Direito
Ruy Rosado de Aguiar Neto, e sua esposa, Daniele

Compareceram à homenagem, nesta sexta-feira (29/11), os ex-Presidentes do TJ Desembargadores Cacildo de Andrade Xavier e Marcelo Bandeira Pereira; os Desembargadores Alberto Delgado Neto, Eduardo Kraemer (Diretor do CJUD), Cláudio Luís Martinewski, Eugênio Facchini Neto, Ricardo Pippi Schmidt, Diógenes Vicente Hassan Ribeiro, Julio Cesar Finger, Iris Helena Medeiros Nogueira, Newton Luís Medeiros Fabricio, Ricardo Torres Hermann, Carlos Eduardo Richinitti; Eladio Lecey, Ingo Wolfgang Sarlet, Claudio Caldeira Antunes, Luiz Fernando Koch, Henrique Osvaldo Poeta Roenick, Marco Aurélio dos Santos Caminha, Balduino Manica; o Diretor do Foro da Comarca de Porto Alegre, Juiz de Direito, Amadeo Henrique Ramella Butelli; o Vice-Diretor da Escola, Juiz de Direito Roberto Ludwig; os Vice-Presidentes da AJURIS Orlando Faccini Neto e Patricia Antunes Laydner; as Juízas- Corregedoras Rosana Broglio Garbin, Clarissa Costa de Lima e Geneci Ribeiro de Campos; o Juiz-Corregedor André Luís de Aguiar Tesheiner; os Juízes de Direito Gilberto Schäfer e Leandro Figueira Martins; Juízas de Direito Laura de Borba Maciel Flech, Maria Cláudia Mércio Cachapuz e Jane Vidal, entre outras autoridades e Magistrados.


EXPEDIENTE
Texto: Carlos Alberto Machado de Souza
Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arend
imprensa@tjrs.jus.br

Fonte : TJRS