NEGOCIAÇÃO – Caminhoneiros autônomos garantem que não farão greve no fim do mês

Em reunião com representantes da categoria, governo afirmou que tabelamento será mais fiscalizado para evitar que embarcadores trabalhem abaixo do piso mínimo

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Representantes da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) garantiram na noite desta segunda-feira, dia 22, que não haverá paralisação no mês de abril. O comunicado foi feito após reunião do grupo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Durante o encontro, o governo garantiu que o tabelamento do frete vai  ter seu cumprimento ainda mais fiscalizado nas rodovias para evitar que embarcadores trabalhem abaixo do piso mínimo.

Essa foi uma das principais reivindicações do setor, que conseguiu ainda a garantia de que cada reajuste do óleo diesel será repassado automaticamente para a tabela do frete.

  • Na semana passada, diante de rumores de paralisação dos caminhoneiros, o governo já havia apresentado um pacote de medidas. Entre elas, a adoção de uma linha de crédito de R$ 500 milhões para a categoria. Cada caminhoneiro terá acesso a um financiamento de até R$ 30 mil. O dinheiro servirá para que os profissionais possam comprar pneus e realizar a manutenção de seus veículos. O governo também se comprometeu a fazer melhorias nas estradas e construir pontos de descanso em rodovias federais.

    Foto: André Anelli/Canal Rural

    Sobre o assunto, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, afirmou que o governo tem no gerenciamento das demandas dos caminhoneiros e que o presidente Jair Bolsonaro não vê motivos para uma greve da categoria. “O governo tem atuado de forma proativa nesta negociação com os profissionais do setor de transporte rodoviário tão importantes na condução, por meio das artérias rodoviárias, da economia do nosso país. A expectativa do governo do presidente Jair Bolsonaro, que mantém diuturnamente um canal aberto de ligação com a categoria, é de que não há motivos para essa paralisação”, afirmou durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.

    Por André Anelli, com informações da Agência Brasil

    Fonte : Canal Rural

    Compartilhe!