Negociados todos os contratos de opção de café em 2013

Operação movimentou cerca de um R$ 1 bilhão, títulos têm exercício previsto para o próximo mês de março

Sxc, Divulgação

Foto: Sxc, Divulgação

Setor amargou prejuízos ao longo de 2013

Todos os 30 mil contratos de opção de venda de café ofertados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em leilões de 2013 foram negociados, operação que movimentou cerca de um R$ 1 bilhão.

Os títulos, dos Estados da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná e São Paulo, têm exercício previsto para o próximo mês de março, quando os adquirentes devem depositar a mercadoria e comprovar a documentação do regulamento. Quatro ofertas foram feitas no ano, três em setembro e uma em outubro, para fechar o plano que correspondeu a 180 mil toneladas do grão ou três milhões de sacas de 60 quilos.

>> Conab prevê colheita de 49 milhões de sacas de café em 2013

O Contrato de Opção de Venda é uma modalidade de seguro de preços que dá ao produtor rural ou a sua cooperativa o direito, mas não a obrigação, de vender seu produto para o governo, em uma data futura, a um preço previamente fixado. Serve para proteger o produtor rural e sua cooperativa contra os riscos de queda nos preços.

A vantagem dos contratos é que com eles o produtor garante um preço justo na sua venda, caso o preço pago pelo mercado seja desfavorável. Por outro lado, a operação permite ao governo federal formar estoques públicos para abastecimento do mercado.

Os leilões foram uma medida emergencial do governo para reduzir os prejuízos dos cafeicultores, quecomeçaram o ano de 2013 contabilizando prejuízos, principalmente para aqueles que fizeram estocagem com pré-comercialização, apostando em preços melhores. Entre junho e julho, os produtores estavam em plena colheita, com preços em queda. Com excesso de oferta de café, o mercado não reagiu aos pacotes de medidas do governo que, segundo os cafeicultores chegaram com atraso. Para 2014, fica o desafio de reduzir a área de produção, substituir 10% dos cafezais por outras culturas e apostar no planejamento a médio e longo prazo.

>> Leia também: Governo federal investe R$ 20 milhões na compra de café da agricultura familiar

COM INFORMAÇÕES DA CONAB

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *