Índice de confiança de Fiesp e OCB atingiu seu pico histórico no 1º tri

Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) calculado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) alcançou 107,1 pontos no primeiro trimestre deste ano, 6,8 pontos a mais que no quarto trimestre de 2017 e melhor resultado da série, que teve início no fim de 2013. A escala vai de zero a 200, e 100 é o ponto neutro. O resultado é dimensionado a partir de 1,5 mil entrevistas (645 válidas) com agricultores e pecuaristas de todo o país. Cerca de 50 indústrias também são ouvidas.

O indicador vem apresentando melhora desde o segundo trimestre do ano passado. Entre janeiro e março de 2018, pesou para a nova oscilação positiva sobretudo a maior confiança das agroindústrias (antes e depois da porteira), principalmente porque o cenário para os investimentos na próxima safra de grãos (2018/19) melhorou com a alta dos preços de grãos como soja e milho. Até por isso também os produtores agropecuários se mostraram mais otimistas no período (ver infográfico acima).

"Como para os fabricantes de defensivos e fertilizantes o primeiro trimestre do ano marca o início das negociações da próxima safra, pesaram para o resultado as boas perspectivas de negócios num momento em que as principais commodities agrícolas recuperaram valor, aumentando a rentabilidade dos produtores", afirma Márcio Lopes de Freitas, presidente da OCB, em comunicado. Antonio Carlos Costa, gerente do Departamento do Agronegócio da Fiesp, também credita parte do resultado à boa produtividade das lavouras nesta temporada.

Por Fernando Lopes | De São Paulo

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *