"Namoro avançado"

"Fizemos a abertura de capital para termos estrutura de expansão. Continuamos com o foco na aquisição de novas empresas, ampliação de market share onde já atuamos e conquista de novos mercados", afirmou Luciano Quartiero, presidente da Camil Alimentos, em evento para investidores ontem em São Paulo. Ele não nega que o primeiro ano de operações após o IPO de setembro de 2017 ficou abaixo das expectativas (as ações recuaram mais de 30%), mas não dá sinais de arrependimento. Revelou inclusive que a empresa, maior processadora de arroz e feijão da América Latina, mantém um "namoro avançado" para uma aquisição na Argentina.

Silvia Costanti/Valor

Por Fernanda Pressinott

Fonte : Valor