Na abertura da Rio+20, Dilma diz que Brasil manterá modelo de sustentabilidade

Presidente discursou no Pavilhão Brasil e criticou postura europeia para solucionar a crise

Antônio Cruz/Agência Brasil

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Dilma discursou na abertura do Pavilhão Brasil na Rio+20

Em discurso na abertura do Pavilhão Brasil na Rio+20, apresidente Dilma Rousseff disse que o país mostrará como cumpre compromissos de sustentabilidade assumidos de maneira voluntária. Falou, também, que o Brasil quer reafirmar seu compromisso de redução perene da desigualdade em um momento em que países avançados na inclusão social sofrem um duro revés, em referência à crise na Europa. A solenidade ocorreu nesta quarta, dia 13.

– Sobretudo nas crises é preciso ter consciência de que não há crescimento possível feito na base de ajustes que só prejudicam pessoas, o meio ambiente e a biodiversidade. Esse tipo de ajuste não traz desenvolvimento econômico – disse, em tom de crítica ao modelo que vem sendo adotado para a solução da crise europeia.

A presidente ressaltou que o Brasil alcançou o desenvolvimento econômico, distribuição de renda e inclusão social sempre com a consciência de que o meio ambiente não é um adereço. Segundo ela, o Brasil perseguirá o desenvolvimento levando em conta três critérios: incluir, preservar e crescer.

Para a presidente, o Brasil tem desenvolvimento e um modelo sustentável e não é correto "mudá-lo ao sabor das crises". Dilma afirmou que o país pretende mostrar que os países emergentes que não partilharam dos frutos do desenvolvimento podem participar agora via inclusão social.

Fonte: Ruralbr |  Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *