- Ricardo Alfonsin Advogados - https://alfonsin.com.br -

Mulheres batem recorde de acesso ao Pronaf na safra 2014/2015

MDA anunciou que cerca de 160 mil mulheres solicitaram o equivalente a R$ 1,13 bilhão em crédito

Divulgação [1]

Foto: Divulgação

O valor acessado é 33,73% maior que os R$ 851 milhões solicitados nos três primeiros meses da última safra

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), cerca de 160 mil mulheres deram entrada no pedido de financiamento pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) no primeiro trimestre da safra 2014/2015. As agricultoras familiares requisitaram, na safra atual, R$ 1,13 bilhão, número 33,73% maior que os R$ 851 milhões solicitados nos três primeiros meses da última safra.

• Agricultores do Rio Grande do Sul podem ter sido vítimas de esquema de desvio de recursos do Pronaf [2]

Em relação ao mesmo período, o número de contratos entre as mulheres cresceu 13,25%. Para o ministro Laudemir Müller as mulheres estão se apropriando do programa para ampliar a produção.

– Nós tínhamos um cenário onde poucas mulheres contratavam o crédito, embora houvesse uma necessidade grande. Nós estamos rompendo barreiras. Não é que as mulheres estão passando a produzir, mas, sim, aumentando a produtividade – realça.

Os morangos produzidos pela família da agricultora Natividade Bezerra da Silva, 43 anos, começaram a ganhar as mesas dos brasilienses, há cinco anos. Foi em 2009 que a produtora acessou pela primeira vez o Pronaf, para estruturar a produção, em Brazlândia (DF). Agora, Natividade deseja, por meio da mesma política, adquirir uma picape, para transportar as frutas até os pontos de comercialização.

• MDA divulga produtos da agricultura familiar com bônus em outubro [3]

– É um benefício que consigo pagar. Eu só tenho uma Kombi velha e preciso de um veículo mais potente. E tem outra coisa. Meu filho fez 18 anos e nos ajuda muito. Ele vai levar nossos produtos para uma feira com a picape e meu marido vai para outro mercado com a Kombi. É um sonho – afirma a agricultora familiar.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO

Fonte: Ruralbr

Compartilhe!