Mudanças costuradas no PLC 30

Fonte:  Correio do Povo

Novo Código Florestal será dividido em duas partes: regras permanentes para uso e proteção de áreas florestadas e regras transitórias para áreas protegidas que foram desmatadas irregularmente;
Programas de Regularização Ambiental (PRAs) terão normas gerais definidas pela União e normas específicas fixadas pelos estados e pelo Distrito Federal;
Governos federal e estaduais criarão programa de incentivos econômicos para manutenção e recuperação de vegetação nativa;
União, estados e Distrito Federal realizarão inventário florestal para permitir monitoramento;
Manguezais retornam à categoria de APPs.
Fonte: Agência Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *