Máquinas terão plataforma de vendas

As propostas da Febrac convergem com a ideia do setor de máquinas e implementos agrícolas, que teria na Expointer o principal momento de vendas neste semestre. De acordo com o Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Estado (Simers), as montadoras e fabricantes, do Rio Grande do Sul e de outros estados, farão uma ação conjunta. O formato também seria inspirado em um passeio virtual que permita ao produtor rapidamente fazer sua pesquisa de preços e modelos de diferentes fabricantes, com melhores ofertas e atendimento online.

O setor de máquinas e implementos, vale lembrar, é o motor dos negócios da feira. A comercialização chegou a R$ 2,546 bilhões em Esteio no passado – ou seja, mais de 90% do total registrado em 2019. De acordo com presidente do Simers, Claudio Bier, as vendas na Expointer representariam o equivalente a um mês inteiro dos negócios normais do setor.

"Estamos em tratativas com o setor financeiro para que os bancos também tenham nessa mesma ferramenta digital suas linhas de financiamento especialmente planejadas para o evento, assim como é no parque. Logo teremos uma grande campanha para divulgar com será feita essa feira virtual", antecipa Bier.

Fonte: Jornal do Comércio

Compartilhe!