MP DIZ QUE COOPERATIVA NÃO EXIGIA QUALIDADE

Há 18 meses atuando no Rio Grande do Sul, a cooperativa Confepar disputava mercado através de concorrência com a indústria gaúcha, segundo o promotor Mauro Rockenbach. De acordo com ele, a cooperativa entrou no mercado do RS ofertando preço maior aos produtores, sem exigir qualidade. ‘Além de preço maior, este valor por litro de leite era menor do que eles pagavam ao produtor paranaense.’

Conforme Rockenbach, há suspeita de sonegação à Receita Estadual. A cooperativa estaria recebendo incentivo da Prefeitura de Panambi para instalar unidade no município. Os produtos industrializados com essa matéria-prima eram comercializados com a marca Polly, somente no Paraná. Procurada, a Confepar não se manifestou.

Onde foi realizada a operação

Ijuí

Taquaruçu do Sul

Ibirubá

Campina das Missões

Alegria

Boa Vista do Buricá

Crissiumal

São Valério do Sul

São Martinho

Cruz Alta

Coronel Barros

Londrina (PR)

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *